Obituários >>

PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO
Antonio Carrasco Terceiro
A família participa com pesar o seu falecimento ocorrido em 28/08/2015. O sepultamento se dará hoje 29/08/2015, às 9 horas, no Cemitério Jardim das Oliveiras. O velório acontece no São Vicente de Paulo, sala 07. 
 
CONVITE DE MISSA DE 7º DIA
Benedita de Carvalho Telles
A família agradecida pelas demonstrações de carinho recebidas, comunica que a missa será celebrada, hoje, 29/08/2015, sábado, às 19h30, na Igreja São Benedito. Pelo comparecimento, agradece. 
 
CONVITE DE MISSA DE 1 ANO
Wilson Ferreira Cândido
A família convida para a missa em sua memória, dia 29/08/2015, hoje, sábado às 18h30, na Igreja Santa Rita. Pelo comparecimento, a família agradece. 
Morreu Maria de Almeida, mãe do prefeito de Pedregulho
Morreu às 9 horas da manhã de ontem, sexta-feira, no Hospital do Câncer de Barretos (SP), Maria Pureza de Almeida, mãe do prefeito de Pedregulho, José Raimundo de Almeida Júnior, o Zezinho do Galego. 
 
Internada em Barretos em função do agravamento de seu quadro de saúde, enfrentou a fase final de tratamento de câncer constatado há três anos. Aos 78 anos, organismo muito debilitado, não resistiu. 
 
Deixou viúvo o comerciante aposentado do setor de secos e molhados, José Raimundto de Almeida, o Galego. Do enlace matrimonial de 50 anos nasceram Jaime, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Pedregulho, casado com Aurilene; Miguel; e Zezinho, o atual prefeito da cidade, casado com Maisa. Dos casamentos dos filhos o casal teve seis netos, Lucas, Leonardo, Laís, Bárbara, Breno e Letícia. 
 
Dona Mariquinha, como era conhecida em Pedregulho, trabalhou por anos e ativamente junto ao marido, em empresa comercial de secos e molhados. Construiu relacionamentos e tornou-se foco de respeito da parte de vasta clientela. Religiosa, frequentou por muitos anos grupos de terço e oração. 
 
Segundo Zezinho, sua mãe foi ‘presente e cuidadora, avó amorosa e preocupada que os netos recebessem de nós, seus filhos, as mesmas lições de honestidade e ajuda ao próximo que nos ensinou’. Como disse o prefeito, dona Mariquinha ‘não se cansava de repetir que dinheiro não é tudo, e que sempre é necessário olhar para o lado, descobrir e ajudar quem precisa’. De casa, ‘restarão lembranças de seus salgadinhos e de sua capacidade em atrair, para perto de si, filhos, noras, netos, amigos. Havia sempre algo a aprender com ela’.
 
A Prefeitura decretou luto oficial de três dias por sua morte. O velório foi iniciado ontem, após o corpo ter sido trasladado de Barretos. O sepultamento ocorrerá hoje, 14 horas, no Cemitério Municipal de Pedregulho. A família continua recebendo, desde ontem, manifestações de pêsames e solidariedade de prefeituras, amigos e conhecidos, e agradece a todos ‘pelo apoio na hora difícil’.
Popup veja obituários anteriores