Preço de pães da Secretaria de Saúde vira piada; assista

  • Publicado em 30 de nov de 2015

    A Prefeitura vai gastar R$ 43, 9 mil com recursos da Secretaria de Saúde para comprar 13.950 lanches de pão francês com duas fatias de muçarela e duas de presunto. Este é um dos destaques do programa 'Hora da Verdade na TV', com Leandro Vaz e Corrêa Neves Jr. O programa foi até a padaria e fez um pão com quase metade do preço. 

    Veja também toda a polêmica sobre a prisão do senador Delcídio do Amaral. O banqueiro André Esteves também foi preso na semana passada. 

    Assista: 

Comentários ( 6 )

Eber Irma Raimundo Stuque

Sabe..cansa este negócio de só ouvir críticas, enroladas com esses e erres, mas, que não chegam a solução nenhuma. Acho que o conhecimento e cultura, poderiam ser mais usados. É oposição criticando a situação, mas, deixando transparecer que só quer criticar, falar contra, negativar, para que uma hora qualquer que se aproxima, (eleições) sentar na cadeira do hoje criticado.Quanto ao fato dos pâes, está caro? não sei. não como presunto nem muzzarela, o meu pão é com manteiga.Porque rechear com dois ingredientes, que não fazem tão bem assim.Kolesterol alto, faz a maioria da população procurar o SUS, e aí? a conta da padaria ficará mais cara ainda.Já trabalhei na área da saúde, e se querem confirmar o que digo, entrem em qualquer Nubs da cidade, escolha aleatoriamente, o servidor... todos...estão obesos, de tanto comer.Na parte da manha, dá dó, aquele que ficou na fila prá marcar uma consulta, desde àS 3 hs da manhã, tentando pegar uma vaga, sente, vindo da cozinha, não cheiro de medicamento, mas cheiro de café, e as enfermeiras,correndo.,atropelando,e o coitado, imagina, o pãozinho, recheadinho, ah..que dó...

Publicado: 30 de nov de 2015
Douglas c karpinski

O que???? em média ta saindo cada pão por R$ 3,14 centavos, Que muçarela e presunto é esse???? tem algo fedendo ai.....

Publicado: 30 de nov de 2015
Rodrigo Vietro

Gostaria de saber porque mesmo a prefeitura estando entre as 22 cidades do estado sem dívidas, o gcn reclama do preço do pão? Bom seria se as reportagens fossem imparciais e sem opiniões políticas e sim a informação para sociedade francana.

Publicado: 30 de nov de 2015
Luis

O primeiro maior problema do brasil é que, ser corrupto, ser bandidos, ser ladrão, ser marginais já esta no sangue dos brasileiros, e vivemos num país onde o trabalhador perdeu todos os direitos, direito de se defender, direito de ir e vir, direito de se expressar, vivemos num país comunista e ditatorial mascarado pela democracia. O segundo maior problema é a justiça, muito morosa e corrupta, a maior parte das pessoas que se diz defensor da justiça na maior parte dos casos são leigos e incompetentes. o terceiro e o mais grave dos problemas é que o povo brasileiro são covardes, se vendem em troca de merdas, são o povo que preferem futebol e carnaval ao invés de lutar pelos seu direitos e direitos de seus filhos e filhas, são os abestados da humanidade. O maior exemplo são as passeatas que muitos grupos organizou em brasília para forçar o impeachment da presidanta porem os que compareceram foi a minoria para enfrentar a covardia de outros grupos CUT, MST e principalmente o movimento das negras montado e pago com o nosso dinheiro, são os tipos de vermes que deveriam viver na escravidão para o resto da vida, se o nosso país está ruim para eles deveriam ir todos para cuba e nunca mais voltar.

Publicado: 30 de nov de 2015
Juliano

Nossa como o prefeito é generoso com seu irmão de maçonaria Agostinho Juliatti que aliás é também o presidente do sindicato dos panificadores, comprando pães e lanches com preços superfaturados!!! Mais uma vez lamentável!!!

Publicado: 30 de nov de 2015
Makswel Cunha

Eu desafio o senhor Eber Irma Raimundo Stuque a vir na UBS que trabalho a do Jd Paulista e provar o que ele alega, sobre as filas, enfermeiras correndo e inclusive sobre o fato de que TODOS ESTÃO OBESOS DE TANTO COMER e sobre os tais pães recheados nunca vimos nem mesmo o cheiro! O preço destes pães estão superfaturados sim e isto tem que ser investigado.

Publicado: 30 de nov de 2015