Com doença rara, francana de 9 anos busca ajuda; assista

  • Publicado em 05 de jul de 2016

    Uma doença sem cura, mas que não é capaz de tirar o seu sorriso. A pequena Lavínia Vitória, de nove anos, moradora do Jardim Líbano, convive com a ictiose lamelar desde o seu nascimento.

    Os pais Ricardo Safra e Tânia Maria Silva não souberam durante a gravidez da pequena do problema. A surpresa aconteceu na hora do parto na Santa Casa de Franca. Lavínia veio ao mundo com marcas severas pelo corpo. Era uma espécie de membrana que se dissolveu com o mundo externo que surgiu. As dores ficaram nítidas no corpo da pequena. O choro era incontrolável. Sua vida passou a ser marcada pela doença sem cura.

    A ictiose é uma anomalia. Segundo os pais, uma incompatibilidade gnética entre eles foi responsável pelo problema de Lavínia.

    Estudante do quarto ano do ensino fundamental, Lavínia é ativa, corre, brinca, dança, nada, vê desenhos e tem o sonho de ser atriz ou cantora.

    Neste momento, a família busca ajuda. O pai desempregado tem tentando um trabalho na indústria calçadista. Leite em pó, fraldas para o bebê mais novo, o creme específico para o tratamento e colírio são os mais importantes neste momento.

    Doações e ajudas pelos telefones: (16) 99260-4205 e (16) 99247-0277

Comentários ( 1 )

ednéa da conceição

alguem podia ajudar para leva-la ao hospital das clinicas em São Paulo lá tem médicos especialistas nesta doença.

Publicado: 16 de jul de 2016