Voto

Por: Zelita Verzola

Ouvi, em palestra proferida por conceituado psiquiatra, que se ficarmos em dúvida entre as palavras e as ações de alguém, devemos considerar as últimas. A lembrança daquela fala tem me ajudado nestas eleições. Gasto pouco tempo ouvindo os políticos e presto mais atenção às suas condutas no exercício do poder público. Faço voto de que dê certo.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras