Caminhos do poeta

Por:

O barulho da cachoeira lá longe, lá pertinho do outro mundo, acalenta o adulto. Ele adormece.

E o canto das águas acorda a criança que mergulha para recolher seixos.

Amanhã, com pedrinhas e beijos-de-moça, adornará caminhos.

Luiz Cruz de Oliveira
Professor, escritor, membro da Academia Francana de Letras

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras