Quero ficar livre desta dor

Por: Tânia Liporoni

Ele temia o sofrimento e por isto tomava remédios para todas as dores: para acalmar, tirar o estresse, dormir, tirar a depressão, transar. Mas, tudo isto não faz parte da vida? A falha, o cansaço, a falta de desejo? Às vezes sofria, havia fases em que não dormia ou o estresse estava mais significativo. E, ele queria evitar qualquer desconforto através de uma boa medicação. Os remédios serviam para serem consumidos no auxílio do ser humano e, assim, fazia uso deles. Sempre. Existem situações que precisam ser vividas e choradas para se passar adiante, seguir em frente, sabia. É preciso falar para o mundo que não há mal em não estar bem, pensava. É legítimo, é normal, é humano. O sofrimento não pode ser evitado a todo custo, sabia também. Mas, só desta vez, apenas mais uma, a barra estava pesada. Quem sabe da próxima?

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras