Carne viva

Por: Eny Miranda

Desejo construir um texto

Para ser vivido, não lido;

Sentido, não visto:

Signos sem imagens,

Sem correspondência,

Sem contornos definidos.

Quero imprimir em corações e olhos

O avesso da pele literária;

Tatuar em aérea folha

A carne viva da angústia sem palavras,

Da poesia sem verbo.

Mas sobram-me versos

E falta-me verve.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras