Ensinando com entusiasmo

Por: Maria Rita Liporoni Toledo

Entre montanhas, rios e infinitas campinas, onde a vida humana é agraciada com a oferta da natureza e por ela se conduz , preservando-a e respeitando sua ordem, num arraial sem recursos, distante do município, situava a escola de dona Vanda , ao lado da igreja, em uma sala adaptada de sua casa. Nela acomodavam-se trinta crianças, ansiosas pelo primeiro dia de aula. A professora, leiga e autodidata, sabia olhar naqueles olhos inocentes e temerosos, entendê-los e sentir suas reais necessidades. Com sua aptidão, paciência e técnica, adquirida com o passar dos anos, transformava o período de aula em tempo agradável, ameno, pois o resto do dia elas dividiam com os pais árduas tarefas, na lida rural. Suas histórias enchiam o imaginário daquelas mentes rudes e inexperientes onde havia a treva do analfabetismo. Naqueles momentos, os alunos se transportavam para outros tempos e lugares. O mistério dos números e a beleza das sílabas se unindo para formar as palavras despertavam neles a curiosidade, o gosto pelo conhecimento. Pouco a pouco iam se libertando dos grilhões ferrenhos da ignorância. Há muitos anos a mestra vivenciava a alegria deles após cada folha lida, compartilhava com suas emoções ao manusear o livro, luz radiosa, em dia de festa, desejado ardentemente com sabor de vitória e desafio vencido.

Respeitada na comunidade pelo seu modo de ser, sua postura ética, seu comprometimento, teve sua classe oficializada pela prefeitura da cidade e por trinta anos alfabetizou mais de mil alunos. Encerrou sua carreira com um sonho antigo, a publicação de um livro de poemas onde partilha sua experiência de vida, seus sentimentos mais íntimos, seus ideais. Sua história foi rica, ensinou os seus alunos a fazer a viagem da leitura, bem cedo, para ser amor por toda vida. Transmitiu valores, foi importante para o próximo, alicerçou muitas carreiras de sucesso. Hoje, ativa, vive rodeada de netos a quem conta histórias, trabalhando a imaginação e a criatividade o que faz com que crie belos momentos de sonhos, suaves devaneios.

Maria Rita Liporoni Toledo, professora

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras