Paz!

Por: Maria Goret Chagas

Bandeira branca hasteada,
do fundo da alma...
 em silêncio meio a tanto barulho.
Alma que só deseja calma e harmonia.
Paz!
Construída a cada instante, 
a cada dia, na espera de:
 Ausência de perturbação!
Ausência de violência!
Ausência de guerra!
Quem dera fosse além da alma...
e o pensar e o agir fosse pleno de sensatez e de espiritualidade
e como um pássaro, com suas asas brancas,
ultrapassasse as diferentes dimensões,
definindo um estado de
compreensão,
compaixão,
humanização.
Paz pessoal!
Paz mundial!
 
 
Maria Goret Chagas, artista plástica e escritora
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras