Confiança

Por: Zelita Verzola

Era uma pombinha do campo e parecia pesada para os tenros galhos do pé de romã em que se equilibrava. Ela, entretanto, estava com fome e balançando-se comia o que encontrava. Quando chegava no final de uma rama e começava a despencar...voava. Necessitava dos galhos e da comida, mas sua confiança estava nas asas. Próprias.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras