Respostas

Por: Renata Luchetti

E aí você diz:
 
– Mas por quê?
 
E eu respondo:
 
– Porque sim, porque a vida é assim. Saiba entender e tente não se revoltar.
 
A revolta só piora a situação.
 
A revolta traz angústia, ódio, incompreensão e desmotivação.
 
E então eu te pergunto:
 
– Você quer viver assim?
 
Te respondo:
 
– Eu não!
 
Quero mais o que eu puder fazer; e o que eu não puder fazer, faço de outro jeito. Busco alternativas.
 
Penso sempre em algo que me ajuda muito, não permitindo sentir revolta.
 
“Tem sempre alguém em algum lugar que está numa situação muito pior que a minha e mesmo assim está sorrindo”.
 
Me revoltar para quê e por quê!
 
Ah não, não dá, sinto muito!
 
Quero mais é aproveitar!
 
Quero ter boas recordações, bons momentos
 
Momentos felizes!
 
Lembranças bonitas!
 
Quero ver filmes que me toquem a alma e o coração.
 
Quero ouvir músicas que me emocionem.
 
Quero conversas que acrescentem.
 
Quero amigos de verdade.
 
Quero ler livros que me façam sonhar, que me ensinem.
 
Quero a simplicidade de um dia comum.
 
Quero ver o brilho das estrelas numa noite qualquer.
 
Quero fechar os olhos e apenas sentir, sem que precise ver.
 
Quero a comida simples.
 
Eu quero, eu desejo uma vida simples, porém cheia de maravilhosas lembranças.
 
Me revoltar?
 
Jamais!
 
Não combina comigo.
 
Não combina com a minha essência, com o meu espírito.
 
Quero meu espírito colorido, cheio de cores e formas diferentes.
 
E, se não for querer muito, desejo que as pessoas que estão ao meu lado sempre, e as que ainda irão cruzar o meu caminho, sintam essa energia colorida do meu espírito.
 
Tomara que essa energia possa contagiar  todos e lhes transmitir o que de melhor há dentro de mim.
 
Amor, muito amor!!!
 
Muita vida!!!
 
– Será que respondi a sua pergunta?

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras