Livros ajudam crianças a combater o racismo

Por: Marina Reis

356167
Em um mundo onde muitas vezes o diferente é visto como inferior, é fundamental ensinar os pequenos a verem as diferenças como algo natural. A intolerância ainda é algo muito presente em todo o mundo e o racismo é um exemplo muito claro desse preconceito que, mesmo quando velado, causa sofrimento e consequências negativas para todos.
 
Mas como ensinar e combater o racismo de forma lúdica e acessível a todas as idades? “A partir dos 3 anos de idade, os pequenos já conseguem observar as diferenças e, com suas vivências e experiências, formar suas opiniões. Quando se inicia este processo, é necessário a intervenção de um adulto para esclarecer possíveis dúvidas. Por isso, o diálogo desde cedo é muito importante”, explica Letícia Araújo, psicóloga e membro da equipe de curadoria do maior clube de assinatura de livros infantis no Brasil, o Leiturinha. 
 
A literatura pode ser uma ótima ajuda na hora desse diálogo, pois segundo Letícia “os livros infantis auxiliam na formação dos nossos pequenos como críticos-sociais, dando estrutura para enfrentar o mundo com mais segurança. Introduzir assuntos por meio da literatura pode ser mais fácil, uma vez que o tema é apresentado de maneira lúdica e de fácil acesso”, comenta. E aponta duas sugestões de leitura para os pequeno : Cabelos de Cora e O caderno de rimas do João, ambos da Editora Pallas. 
 
No primeiro livro, de Ana Zarco Câmara, Cora é uma criança como qualquer outra – ela vai para a escola, tem muitos amigos e leva sua vida tranquilamente. Mas em um dia de aula, uma questão surge: Será que seu cabelo não é tão bonito quanto o das suas amiguinhas? O autor convida os pequenos e pequenas a, junto com Cora, entender que beleza não tem padrão e que todos os diferentes cabelos: liso, crespo, comprido, curto, pintado, careca, são lindos! Essa história em poesia ensina que somos todos iguais, mesmo que tenhamos aparências diferentes.
 
No segundo, questões essenciais são tratadas com leveza por Lázaro Ramos. 
 
O que é a morte? E o acaso? O amor? E O caderno de rimas do João, o ator, e agora autor, capta o mundo e o expressa em versos, abordando temas que irão introduzir sutilmente a poesia política e social no mundo infantil.
 
Criado em 2014, seu objetivo é promover  o hábito da leitura compartilhada para mais de 65 mil famílias, distribuídas em mais de 4.000 cidades brasileiras. A atuação da empresa se baseia no incentivo à leitura e na curadoria dos livros, para proporcionar experiências de aprendizado e diversão em família. Mensalmente cada assinante recebe em casa um kit contendo livros selecionados de acordo com a etapa de desenvolvimento de cada criança, uma carta pedagógica e outras surpresas, além do acesso gratuito à Biblioteca Digital - com mais de 1000 livros e vídeos. Para mais informações, acesse http://www.leiturinha.com.br/.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras