Farol

Por: Mirto Felipim

358185
(a todos aqueles Mirt0s que ainda não decifrei)
 
estrelas inconscientes
deem-me o momento
que a paz vos traz
e perpetua no brilho fugaz.
 
trazei a mim as promessas
de calmarias estrangeiras
que nunca serão cumpridas
e também jamais ignoradas.
 
dai-me, estrelas, a calma
dos que ainda não mentiram
entregai a mim tua ilusão
de luz-guia em meio ao turbilhão.
 
preciso não mais que esperança
de qualquer vestígio de paz
trazei-me de vez no teu brilho
e enlouqueça o meu delírio.
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras