Pasmo

Por: Zelita Verzola

363991
“ Quem olha para fora sonha. Quem olha para dentro desperta.’’’
Carl Jung
 
                Sempre me espanto e tenho que controlar a indignação quando me deparo com “gente que nunca erra”. Os outros é que sempre erram. Depois do primeiro momento de irritação sinto pena. Se o mergulho em si mesmo é desafiante, o não fazê-lo certamente o é muito mais. Dizem especialistas em diversas áreas do conhecimento que reconhecer os próprios tropeços e refazer o caminho é prática salutar e criativa. Lembro-me de um diretor de cinema dizer certa vez que “ um bom roteirista é aquele que, no final da filmagem, consegue olhar pra lata de lixo sem amargor”. Transformar  meu pasmo em maior compaixão. Eis um bom exercício. Vai render muitas latinhas de lixo. Espero que sem amargor.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras