Manual para entender o budismo

Por: Carolina Arnold

364974
O budismo chegou ao Brasil de forma clandestina, juntamente como os japoneses, em 18 de junho de 1908, no Porto de Santos. Conforme os anos foram passando, a religião conquistou muitos brasileiros, e o último censo feito pelo IBGE (2010) estimava 243.966 budistas (0,13% da população).
 
Para explicar as origens desta religião, a Edipro relança a obra Uma Introdução ao Zen-Budismo, de Daisetz Teitaro Suzuki, o manual mais completo desta filosofia oriental. O autor é reconhecido até hoje como um dos maiores divulgadores do Zen-Budismo no Ocidente. Esta edição traz, ainda, um texto de apresentação da monja Coen, um dos principais nomes do Budismo no Brasil atualmente.
 
O que é o satori? Como definir a prática do zazen? Como os koans podem auxiliar o praticante do Zen-Budismo? Esses e outros conceitos básicos são explicados de forma clara e simples pelo mestre Daisetz nesta obra.
 
O manual se mantém como um dos textos mais fundamentais para a compreensão do Zen-Budismo e, assim, obter os benefícios da meditação, da prática do zen e as práticas filosóficas.
 
Em seu discurso, Suzuki Sensei defende um Budismo de simplicidade, liberdade de dogmas e crenças, e centrado na prática do Zen. Uma Introdução ao Zen-Budismo é um livro para ler e refletir. Nas palavras da monja Cohen, “não queira apenas compreender intelectualmente. Aprecie, leia, compreenda e pratique Zazen. Prática é realização”.
 
Daisetsu Teitaro Suzuki (1870-1966) devotou grande parte de sua vida à difusão do budismo, apesar de nunca ter assumido os votos monásticos e se tornado monge. Foi autor de inúmeros livros sobre a filosofia oriental, além de tradutor de literatura chinesa, japonesa e sânscrita. Em 1896, acompanhou o mestre Soyen Shaku ao Congresso Mundial de Religiões, em Chicago, permanecendo nos Estados Unidos e tornando-se um dos maiores nomes do budismo no ocidente. Na década de 1920, voltou ao Japão e passou a lecionar na Universidade Otani, de Kyoto, até sua aposentadoria.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras