Milton Guerrieri Brigagão

Por: Lúcia Helena Maniglia Brigagão

375205

Milton Guerrieri Brigagão atuou em Franca como cirurgião dentista desde o começo dos anos 40, até completar 80 anos de idade e fechar seu tempo de profissão. Foram setenta anos de trabalho quase ininterruptos. Natural de São Tomás de Aquino, MG, onde nasceu em 11 de abril de 1913, Milton deveria cursar medicina no Rio de Janeiro e seguir os passos de seu avô paterno. Mas, por força de ocorrências familiares, foi para Ribeirão Preto com seu irmão, Francisco Guerrieri Brigagão e entraram ambos na recém inaugurada Escola de Pharmacia e Odontologia, onde se formaram ainda bastante jovens. Depois da formatura, Milton trabalhou algum tempo no Rio sob a supervisão de um tio, também, dentista, irmão de seu pai , o farmacêutico Amadeu Brigagão. Veio para Franca e abriu consultório localizado na confluência das ruas Saldanha Marinho e Comércio. Anos depois, mas ainda na década de 40, construiu residência para a família, na Voluntários da Franca, 1709 e anexo montou seu consultório. A planta da casa foi idealizada por ele e construída com materiais da Casa Hygino Caleiro, que ele trocava por prestação de serviços odontológicos à família do proprietário, de quem era grande amigo. Ao lado, tinha ainda o laboratório, onde produzia ele mesmo, as próteses que usaria nos seus pacientes, local que bem mais tarde viria a ser local predileto para as brincadeiras dos netos. Milton foi importante na fundação de Calçados Sândalo, que ele fundou com os dois filhos e um sobrinho. Nos começos difíceis do empreendimento, ele avalizou e ofereceu todo seu patrimônio, para garantir o funcionamento da empresa. Milton Guerrieri Brigagão faleceu em Franca, em 28 de novembro de 2011. 2018, 11 de abril último, Milton completaria 105 anos de idade. Mesmo fisicamente ausente, foi lembrado por filhos, noras e netos, que lhe prestaram homenagem, em agradecimento ao pai e avô sempre e ainda presente em suas vidas.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras