21/02/2016

Zé Barrero & Catuaba fazem show imperdível no dia 27

Bruno Vilela é o Zé Barrero e Tales Carboni é o Catuaba!

Sucesso no YouTube e nas redes sociais, com mais de 5 milhões de visualizações em vídeos e músicas, a dupla sertaneja-cômica Zé Barrero & Catuaba começa a despontar em algumas regiões do País. O projeto, formado pelos cantores Bruno Vilela, 31, e Tales Carboni, 32, surgiu a partir de uma brincadeira. “Há alguns anos fizemos vários vídeos cômicos e postamos na internet. Novos projetos surgiram e esse ficou lá, adormecido. Até que resolvemos investir de novo”. No entanto, a carreira dos amigos começou bem antes. Bruno se interessou pela música aos 10 anos, por influência do avô. Já Tales aprendeu a tocar violão aos 8 anos, por influência da família, que é evangélica. Na adolescência, passaram por bandas-baile diferentes - Tales na Conexão Nacional e Bruno na Banda Gênese - até que se conheceram e formaram, por acaso, a dupla Felipe & Carboni, que fez grande sucesso na região nos últimos anos. Agora, eles se dedicam exclusivamente à dupla Zé Barrero & Catuaba, que retorna a Franca para um supershow no bar Devassa no próximo sábado, 27.
 
Vocês estiveram entre as duplas mais requisitadas em nossa região nos últimos 8 anos como Felipe & Carboni. Por que decidiram apostar em um novo gênero, lançando o Zé Barrero & Catuaba?
Bruno: Antes do Felipe & Carboni, já tínhamos uns vídeos engraçados na internet, fazendo paródias, algumas músicas inéditas, mais cômicas. Só que isso ficou adormecido, foi lá atrás. Depois investimos no Felipe & Carboni e tal... Quando fomos mandar o projeto do Felipe & Carboni para um investidor, amigo nosso, ele sugeriu que a gente voltasse a fazer as músicas cômicas do passado e nós concordamos, pois além de inovar e divertir as pessoas, o mercado se encontra na mesmice, sempre com os mesmos temas e arranjos parecidos nas músicas.
 
De onde nasceu o nome Zé Barrero & Catuaba?
Bruno: Barrero é meu apelido desde moleque. 
Tales: E o Catuaba veio porque lembra muito meu nome, Tales (risos). 
 
O primeiro álbum de vocês tem feito muito sucesso na internet, ultrapassando os 5 milhões de visualizações. Como foi a gravação?
Bruno: Gravamos em um estúdio de São Paulo, com um produtor chamado Ray Ferrari, que atualmente trabalha com o Sorocaba, na FS. O CD conta com 14 faixas e uma bônus, que é uma música que fica até acabar o CD. Ela tem 30 minutos, bateu o recorde de Faroeste Caboclo (risos). E todas as músicas são de nossa autoria.
 
Vocês gravaram três clipes: O Lobo e o Frango, Singelo Mecânico e Sexo, Pinga e Tião Carreiro ‘n’ Roll. Qual será o próximo? 
Bruno: Estamos definindo entre duas músicas que são bem queridas pelo público, Janaína e 69 Tons de Cinza. Elas estão tendo um ótimo retorno no YouTube. Vamos gravar em breve. 
 
Os clipes de vocês são um show à parte. Como nascem as ideias?
Bruno: A fórmula é simples: ficamos três dias sem comer, dois dias sem dormir, trancados no quarto por mais três dias em abstinência e vamos gravar. Ou seja, essas coisas que surgem naturalmente (risos).
 
O que podemos esperar do show de vocês no dia 27?
Bruno: Em novembro, estivemos em Franca com o Zé Barrero & Catuaba e, graças a Deus, deu casa lotada. Estávamos e ainda estamos fazendo muitos shows no Paraná e agora resolvemos investir mais em nossa região. O público pode esperar um show engraçado, bem animado, com músicas nossas e também com as músicas universitárias que estão fazendo sucesso atualmente. 
Tales: É um show bem divertido, dinâmico. Os ingressos estão sendo vendidos na loja Emporium7 (telefone 3721-9322) e também no próprio Devassa. Esperamos todo mundo lá!

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.