CONTEÚDO PATROCINADO

14/05/2017 - Reportagem de Adriana Mendonça

Baba Ganoush

Li, anotei e pretendo decorar isso, quem sabe modular em estrofes e fazer rimar: “vulgaridades e banalidades apenas para os indivíduos que não sabem reaprender, todos os dias, certos fenômenos, certas reações essenciais diante do amor, da pândega e da sociedade”. É do Mário de Andrade e, para mim, a moral disso é que a cada dia a gente perceba que sabe menos das coisas, só assim o futuro poderá ser promissor, porque cheio de coisas a se aprender todos os dias. A frase vale para a cozinha, receitas e receitinhas? Claro! No meu caso trata-se de trabalho, mas, ainda que não fosse, Mário de Andrade exige o reaprender até na pândega, que inclui, naturalmente, as comidas e as bebidas.

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.