18/05/2017

Sem hipocrisia

São duas as acusações que pesam sobre os políticos envolvidos na Operação Lava Jato. A primeira, a de que teriam recebido propinas para beneficiar empreiteiras. A segunda, o uso de “caixa dois” para irrigar financeiramente campanhas eleitorais. É evidente — ninguém ousará entender em contrário — que essas duas condutas são reprováveis, tanto no âmbito jurídico como moral, pois o mínimo que se espera de um homem público, que irá lidar com o dinheiro do povo, é que haja ética e transparência em suas ações.
Veja mais

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.