19/05/2017 - Reportagem de Priscilla Sales

Tribunal de Justiça cassa benefício de servidores

Foto de: William Borges/Comércio da Franca

O prefeito Gilson de Souza (DEM) tem novo imbróglio jurídico para resolver com os servidores

Um acórdão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo proíbe a Prefeitura de Franca de pagar, a partir de agora, aos servidores municipais uma gratificação por assiduidade. O benefício foi criado em 1995 e prevê a concessão de um valor que varia de 5% a 30% do salário base a todo servidor que tiver até três faltas anuais. Além disso, os desembargadores também determinaram a suspensão do pagamento de cartão-alimentação para servidores inativos e pensionistas. 

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

4 COMENTÁRIOS

lima

31 de Maio 2017

Quem critica é porque não tem a capacidade de passar em um concurso público.

Gostei

Revoltado

20 de Maio 2017

Pois é né?! Os senhores acham que é facil ir trabalhar doente? Quantos de nós vão ao serviço com febre, dores, pra receber essa assiduidade que é pouco mas ajuda. Agora vcs acreditam que funcionário vai pensar antes de dar ls??? Claro que não! Eu mesmo se ficar doente vou cuidar de mim, nada de ir trabalhar, sei que não valho nada mesmo, que sou só uma chapa! e os do paletó acham que ganhamos muito? Temos regalias? Estão muito enganados, trabalhamos duro muitas vezes fazemos serviço dos comissionados contratados pelo prefeito, e eles ganham bem e nós nos lascamos. Vocês deveriam pensar em proibir essas contratações de comissionados que nunca pisaram numa prefeitura!!! Isso é que está quebrando a prefeitura e não nós concursados! Façam algo pela população, combatam as ações sujas da política.Eu iria receber 600 reais já tinha feito compromisso, comprei roupas de invernos para os meus filhos e iria pagar na fatura do mês que vem e agora? Vou ficar sem receber?

Gostei

luzimar

19 de Maio 2017

cada dia volto acreditar na justiça.

Gostei

Karina

19 de Maio 2017

Até que enfim estão enxergando tudo isso, tem muito mais... E as faltas abonadas? É uma falta de vergonha

Gostei
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.