19/05/2017 - Reportagem de Edson Arantes

Ministro renuncia e Adérmis perde cadeira de deputado

Adérmis Marini se pronunciou sobre sua saída da Câmara dos Deputados: ‘Vamos voltar para Franca de cabeça erguida’. Foto: Alexssandro Loyola/Divulgação

Adérmis Marini (PSDB) não tem relação com a Lava Jato e também não foi citado em delações premiadas. Mas foi atingido em cheio pelo terremoto político que sacudiu Brasília após o dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, gravar o presidente Michel Temer (PMDB) dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso. Marini está arrumando as malas para retornar a Franca.

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

1 COMENTÁRIO

Nelson da Rocha Neves

19 de Maio 2017

E AGORA JOSÉ? A comissão formada: Corrêa Neves Jr como presidente, Diretor Marcos, como relator e Ilton Ferreira, como terceiro membro. Como suplentes: Carlinhos Petrópolis, Cristina Vitorino e Della Motta,vem desenvolvendo um bom trabalho, principalmente o Vereador Correa Neves e o relator Vereador Diretor Marcos. A minha preocupação devido à crise que se instalou em Brasília o Vereador Adérmis assume e o Vereador Diretor Marcos fica como suplente de Vereador. O Vereador Adérmis foi membro de uma comissão (São José) no passado que na sua conclusão foi uma decepção.

Gostei
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.