07/06/2017

O maior de todos os medos

Lá está você, sentado à mesa de reunião no trabalho, ciente que chegará sua vez de falar. Observa “corajosos” que o antecedem. Alimenta santa inveja dos que conseguem. Agora só mais um, antes que o condenem ao paredão: “é sua vez”... Você sua. Em bicas. O coração acelera. As mãos esfriam e você as esfrega a ponto de incomodar quem está ao lado. O estômago dói. As pernas tremem. Você tem vontade de correr, mas é impossível. Sente, sobre si, olhares desaprovadores. Você fica mudo. É inevitável. O medo de falar em público, seja entre gente que se conhece ou, pior, a quem você nunca viu na vida, continua relevante, superior ao medo de morte. 
Veja mais

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.