15/07/2017 - Reportagem de Priscilla Sales

Promotor pede interdição imediata de CCI municipal

Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca

O Centro de Convivência Infantil dos Servidores Municipais atende diariamente 138 crianças

O governo Gilson de Souza (DEM) vai ter de lidar com mais um problema deixado pela administração do ex-prefeito Alexandre Ferreira (PSDB). O Ministério Público ingressou nessa sexta-feira com uma ação judicial pedindo a imediata interdição do prédio onde funciona o Centro de Convivência Infantil dos Servidores Municipais, que atende diariamente 138 crianças filhas de servidores. 

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

3 COMENTÁRIOS

Ângelo César

16 de Julho 2017

Esqueça o Alexandre, O Gilson com candidatou se assumiu todos os riscos! Este prédio tem mais de 60 anos e os problemas não aconteceram em 4 anos! Site também o Sidney, Gilmar entre outros prefeitos que não fizeram nada para reformar!

Gostei

Rosemary

15 de Julho 2017

E a creche que foi construída no Residencial Dourado, que seria o novo CCI?

Gostei

Júlio

15 de Julho 2017

A foto é da escola... ela também faz parte cci?

Gostei
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.
 
Top 5 de hoje
1