04/08/2017

NO

23 de maio de 1992. Violento atentado mata o juiz anti-máfia Giovanni Falcone, sua esposa Francesca Morvillo e três agentes da escolta, quando passavam pela auto-estrada Palermo-Trapani. Os carros em que viajavam foram atingidos por enorme explosão de dinamite colocada sob o pavimento da pista, acionada por controle remoto. 19 de julho de 1992. Outro juiz anti-máfia, Paolo Borsellino e mais cinco policiais de sua escolta são também assassinados por explosão. Foram crimes, como milhares de outros igualmente violentos, assinados pela Máfia, organização criminosa siciliana, com tentáculos espalhados na Itália e no mundo todo. 
Veja mais

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.