CONTEÚDO PATROCINADO

04/02/2018 - Reportagem de Adriana Mendonça

O chef 3 estrelas

Três estrelas é uma expressão francesa que nomeia algo soberbo, não obstante a contagem estrelar chegue normalmente a cinco - os melhores hotéis são cinco estrelas, por exemplo -, os franceses acharam por bem, idiomaticamente, parar no três. Pois então, essa semana o mundo da gastronomia perdeu um chef três estrelas. Note-se, é diferente dizer que perdemos um chef cujo restaurante recebera três estrelas pelo Guia Michelin. O homem Paul Bocuse foi premiado pela importância de suas realizações. Sua interferência atingiu um raio muitas vezes maior que a pacata Lyon, na França. Seu didatismo e generosidade (a palavra que, em vários idiomas, o designou) chegou até nós como dardos elegantemente arremessados.  

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.