11/02/2018

PREVIDÊNCIA

Altos funcionários da iniciativa privada, durante toda sua carreira, precisam corresponder às exigências do empregador, recebendo salário equivalente ao dos juízes que fizeram passeata em Brasília contra o fim da aposentadoria integral. Trabalham estressados. Se não corresponderem às exigências do mercado, são demitidos. Não recebem nada em troca dos altos impostos pagos e se, durante seus 30 anos de contribuição à Previdência, não guardarem patrimônio, ficarão à mercê da ajuda dos familiares quando aposentados. Por que funcionários públicos não podem fazer o mesmo? Por que se sentem diferenciados com relação à maioria dos brasileiros e principalmente o Judiciário, que mais pesa no déficit público e o que menos dá retorno? Basta observarmos o tempo que demora uma ação a ser julgada, quando qualquer brasileiro venha a necessitar desses serviços. Nosso Judiciário custa caro ao país e seu retorno é deficiente. Reforma da Previdência total e irrestrita já!
Veja mais

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.