16 de junho de 2019

16/06/2019

Esta foto parece que eu já soltei, mas como é histórica, e os mais jovens não sabem de quem se trata, vamos publicar e matar saudades.

16/06/2019

Na foto, o Beny e o love, Stelinha Betarello. Parabéns ao Beny e um abraço ao casal

16/06/2019

Aniversários

Aniversaria hoje o colega Cássio Freires e o Paulo Malaspina...amanhã, dona Maria Sanches Querino (esposa do Luís Querino), José Aurélio Coelho, Rosana Baldoíno e Adair Carvalho...na terça-feira, Sebastião Astolpho Pimenta Filho, o taxista Docíl, a Francis da Silva e dona Tereza Bertoni (92 anos) mãe do ex-jogador Zé Mauro...na quarta-feira, o Guido Antônio da Silva e o Toninho Marconi...a lista segue ali na TUP...

16/06/2019

Dica do dia

Uma colher de suco de abacaxi amolece a carne de segunda. Mas só uma colher, senão ela desmancha.

16/06/2019

Co-piada

A mulher já estava muito preocupada com a saúde do marido, e procurou o médico pela terceira vez. E o médico sempre garantia:
-“Não se preocupe. Ele não tem nada grave. Ele apenas pensa que está doente, mas é psicológico”.
A mulher foi embora. passados quinze dias  ela encontrou o mesmo médico na rua, e ele perguntou:
-“Então, minha senhora, como está o seu marido ?”
-“Ah, doutor, ele agora pensa que está morto”!

16/06/2019

Barbeiradas

Você já deve ter visto a barbeiragem e rompância de certas figuras, entrando com o carro ou camionete no estacionamento de um varejão ou supermercado, estacionando  atravessado,  ocupando duas vagas, ou ainda no espaço reservado para deficientes e idosos, sem ser nenhum dos dois. Nada menos que uma tremenda cara de pau e falta de educação.

16/06/2019

Alô canil

A recolha de algum animal  atropelado ou ferido pelas ruas, ainda é um tanto confuso junto ao canil municipal. Dia desses um cão ficou  seriamente ferido na rua, ligaram insistentemente no (16) 3703-9389 e nenhuma providência. Foi tanta burocracia e falta de providências, que uma senhora resolveu pagar, com  ajuda de suas vizinhas de bairro, para uma clínica particular buscar e tratar do animal. Então, pra quê serve a estrutura do canil?

16/06/2019

59 anos de união

Nesta próxima terça-feira, 18 de junho, o querido casal José de Carvalho e dona Nize Helena completam 59 anos de feliz união. Ele ainda é o comandante do conhecido Bar do Seo Zé, ou bar do queijo famoso, no Jardim  Francano. O casal tem 5 filhos e 10 netos. Vai daqui o nosso abraço a todos eles. 

16/06/2019

Falta o relógio

Ficou muito bonita a extensão da torre da igreja de Santo Antônio, incluindo a colocação da imagem do santo, com 2 metros de altura, e a bela cruz no ponto mais alto. O Monsenhor José Geraldo quer agora completar o sonho, que é instalar  na torre um grande e  moderno relógio, que poderá ser colocado até o ano que vem. É só conseguir o recurso.

16/06/2019

Jantar panificadores

Será no próximo sábado, 22 de junho, o 17º jantar em comemoração ao Dia do Industrial de Panificação. Acontecerá, como de costume, no salão do Castelinho, com animação da Banda 5º Avenida e Buffet Spazio. Recebo convites do Augustinho Juliath, presidente do Sinpafran, através do meu amigo, o cerimonialista Rivaldo de Almeida. Tá na agenda. 

16/06/2019

Parabéns

Quem está mudando de idade hoje é o meu amigo, Beny Chagas. Colega de rádio por algum tempo, ele segue como funcionário do Banco do Brasil em Batatais, ocupando o tempo disponível nos finais de semana, abrilhantando festas com seu teclado e sua voz. Na foto, o Beny e o  love, Stelinha Betarello. Parabéns ao Beny e um abraço ao casal

16/06/2019

TUP

Esta coluna também é lida por muitos outros amigos, que mudam de idade esta semana. Na próxima quinta-feira, o professor Paulo de Tarso Oliveira e o bombeiro e instrutor de escolinha de futebol, Edílson Luís de Oliveira... na sexta-feira o músico e publicitário Paulo Gimenes e José Gilberto (Mancha) Garcia...e no sábado próximo, Sabah Chaoud Garcia...e ainda o aniversário de casamento do Geraldo Luciano e Wera Macedo... abraço a todos.   

16/06/2019

Arquivo

 
Esta foto parece que eu já soltei, mas como é histórica, e os mais jovens não sabem de quem se trata, vamos publicar e matar saudades. Foi cedida pelo meu amigo Sérgio Ewbank e mostra o famoso Zuluaga, que fez história ao pedalar a bicicleta durante 100 horas e chegando a 214 horas. A prova acontecia na Avenida Major Nicácio, próximo da igreja de N. S. das Graças. Aí na foto, da esquerda para a direita, Seo Barbosa (que era chefe do Posto Fiscal), dona Lazinha e a filha Jane, entre outros, ao lado do colombiano Zuluaga. Abaixo, no canto direito da foto, o Austin das bicicletas e que chegou também a fazer 54 horas, mas o sono o derrubou

16/06/2019

As lições que ensinam

Diz um ditado japonês que “pouco se aprende com a vitória, mas muito com a derrota”. Aliás, não existe derrota, ou você ganha ou você perde. E foi exatamente isso o que aconteceu na decisão do play-off que perdemos para o Flamengo, entristecendo toda a cidade. Aquela decisão serviu para mostrar os pontos falhos que precisam ser corrigidos para as próximas competições, incluindo um ou dois atletas mais maduros, que não sintam tanto uma decisão, pois ficou evidente o nervosismo da maioria, principalmente nos dois últimos jogos. Tenho certeza que a comissão técnica liderada pelo Helinho, com a retaguarda desses atuais dirigentes e apoiadores, tomarão as providências necessárias para as próximas temporadas. De qualquer forma, foi tão importante ter chegado às finais, que mexeu com toda uma cidade, tradicionalmente apaixonada por essa modalidade esportiva. Quantas cidades tiveram suas fases de destaque, mas ao primeiro insucesso ou dificuldade dissolveram a equipe, como temos inúmeros exemplos. Mas Franca vai mantendo sua tradição, revelando jogadores e técnicos, graças à dedicação desde aqueles antigos dirigentes, que lutavam sem recursos financeiros, muitas vezes tirando do próprio bolso para segurar os jovens atletas que iam sendo revelados, desde a época do professor Pedroca, os Irmãos Garcia e tantos outros. E assim o time de Franca, sempre se destacou, vencendo ou chegando muito perto, tornando-se um modelo para crianças e jovens, que praticam até nas ruas, com tabela e cesta improvisadas, sonhando chegar um dia a integrar essa equipe, e também brilhar sob aplausos calorosos de um Pedrocão superlotado. Essa chama não morreu nem morrerá.