24 de janeiro de 2020

19/01/2020

Quem aniversaria amanhã, Dia de São Sebastião, é o meu amigo Ademir Sebastião Pedro de Souza, maridão da Nena, formando o dinâmico casal que comanda a Nena Viagens

19/01/2020

Da esquerda para a direita: Toninho Diniz, Maurício Ribeiro, Bernardino Pucci, Beraldo (leilões), Guilherme Afif Domingos, Alfredo Bittar, Fábio Lemos, Heitor de Lima, Bernardino Pucci Filho e Máximo Fernandes Filho

19/01/2020

Aniversários

Aniversaria hoje meu sobrinho e afilhado, Humberto Luís Rezende Rodrigues (Beto), a Milena Toledo Franchini (esposa do Correa Neves Júnior), Laércio Joaquim dos Santos (Conserlar) e Meire Emerenciano (Francal)... amanhã, o Ébio Pedrosa (Drogafarma), Samy Elias Mussi, Padre Fábio Girolamo e o ex-jogador da Francana, Jairzinho... na terça-feira o Perfil e o Nelsinho Oliveira... abraço a todos e a lista segue ali na TUP...

19/01/2020

Dica dod ia

Sobras de frango ou peru podem se transformar em recheios de torta ou empadão. As carnes podem também virar croquetes, ou enriquecer o arroz branco

19/01/2020

Co-piada

Um pai, preocupado com o filho, que estava morando na Inglaterra, resolveu visitá-lo. Afinal, morar num país de costumes e língua diferentes, não é fácil, não. Chegando lá, foi até o endereço do apartamento em que o filho morava e, conversando com ele, perguntou:
-“Filho, como vai o seu inglês”?
E o filho responde:
-“Ah, pai, tudo bem. Ele tá tomando banho”!

19/01/2020

Comportamento em velórios

Já comentamos esse fato aqui mesmo, mas nunca é demais estar lembrando sobre a falta de respeito em velórios, geralmente os mais concorridos, onde as conversas vão aumentando de volume, tanto que é necessário alguém chamar a atenção para fazerem uma oração, como forma de interromper o vozerio. Terminada a oração, voltam às conversas, esquecendo-se que o silêncio é uma prece e também educação.

19/01/2020

Recolha de animais

 
Não sei exatamente hoje como está a questão de reforma do convênio entre prefeitura e empresa encarregada da recolha de animais, principalmente os de grande porte nas ruas e avenidas da cidade. Digo isso porque vai de um cavalo a uma tropa nas ruas, e quando acionados, os responsáveis alegam que nada podem fazer por falta de convênio. E os animais continuam pastando nos canteiros. Um absurdo.

19/01/2020

Perigo dos pombos

 
Um alerta da saúde pública: Não cheguem perto de pombos para brincar, e quando eles baterem asas prendam a respiração tampando o nariz e boca para não aspirar. Segundo os próprios médicos, a meningite fúngica é causada por fungo que está presente nas fezes dos pombos. Será que ainda vão continuar jogando milho e outros tipos de comida para os pombos na cidade?

19/01/2020

Cadê o viaduto?

Lembro-me de uma das promessas do então candidato a prefeito, Gílson de Souza, de que construiria na rotatória das avenidas Champagnat e Ismael Alonso um sistema de trânsito semelhante ao Viaduto Dona Quita. Seu mandato terminará no fim deste ano e não há o menor sinal dessa obra. Mesmo porque, um recapeamento das ruas tem ainda prioridade, não é mesmo?

19/01/2020

Olho vivo

 
O movimento de compras no final do ano passou, mas sempre é necessário muito cuidado com dinheiro à mostra e os cartões. Postaram recentemente cena de uma vendedora que pegou o cartão da cliente, e enquanto ela experimentava uma roupa, o cartão ficou com a desonesta vendedora, que fotografou o número de segurança. Então, não se separe do seu cartão por nada e nem deixe com ninguém.

19/01/2020

Parabéns

Quem aniversaria amanhã, Dia de São Sebastião, é o meu amigo Ademir Sebastião Pedro de Souza, maridão da Nena, formando o dinâmico casal que comanda a Nena Viagens. Vai daqui o nosso abraço a eles e aos filhos, Marcelo, Gustavo, Fabiano e Saulo e os netos, Fernando, Maria Fernanda, Gustavinho, Gabriela, Maria e Ana Júlia. Parabéns, Saúde, Paz e Bem

19/01/2020

TUP

Quem lê a gente e também muda de idade esta semana, na quarta-feira, é o amigo e parceiro Luiz Gonzaga Junqueira (Ótica Ocular) e o seresteiro César Melo... o Dominguinhos Duarte na quinta...dona Áurea Marques e o médico Ronaldo Mandel, na próxima sexta-feira... e no próximo sábado, o Luciano Marques (Magazine Luíza), Hildemar Silveira, Corinthiana Bueno e o colega e amigo Paulo Roberto Verzola... parabéns a todos..   

19/01/2020

Arquivo

A foto veio do Heitor de Lima, através do Laércio, e mostra autoridades e convidados presentes à Expoagro do ano de 1981.
Da esquerda para a direita: Toninho Diniz, Maurício Ribeiro, Bernardino Pucci, Beraldo (leilões), Guilherme Afif Domingos, Alfredo Bittar, Fábio Lemos, Heitor de Lima, Bernardino Pucci Filho e Máximo Fernandes Filho

19/01/2020

Única solução

Os constantes e lamentáveis acidentes de trânsito, muitos deles com vítimas fatais, nos levam a conclusão que é preciso providências mais duras, já que as campanhas de orientação são válidas  a médio e longo prazo, ensinando as crianças, que serão os condutores do futuro. Mas, para dar um basta  imediato em tantas ocorrências, é preciso entrar com as punições que mexam firme no bolso dos imprudentes. Lembro-me que o saudoso Doutor Mansur Said, que foi delegado de trânsito em Franca há algumas décadas, quando começou a implantação de lombadas, costumava dizer que o melhor seria não precisar implantá-las, mas que eram mal necessário. Agora, o trânsito aumentou muito e as imprudências mais ainda, e passou da hora de voltarem com os radares, funcionando de verdade, além daqueles fotográficos nos semáforos, como já existiu, flagrando os veículos que desrespeitam sinais amarelo ou vermelho. Alguns vão logo dizer que se trata de uma indústria da multa, mas eu penso que pode ser uma indústria contra as mortes e a favor da vida. Quantos já perderam entes queridos, que morreram em acidentes, e que podiam ter sido evitados, sem contar os que ficaram mutilados. É necessário que se unam, sem perda de tempo, o prefeito municipal, Câmara de vereadores, Guarda Civil, Polícia Militar, Ministério Público e organizações não governamentais, para essas providências indispensáveis. Nota-se, portanto, que são muitos itens a serem observados e colocados em prática. Mas, se as nossas autoridades não se levantarem das cadeiras  e encararem as mudanças necessárias, vamos continuar  a lamentar diariamente os acidentes de trânsito. Como nesta última semana