19 de janeiro de 2021
Domingo, 17 de janeiro
Lucas Lucco comemora alta de pai após internação por covid-19

  Lucas Lucco usou seu Twitter neste sábado, 16, para contar que seu pai recebeu alta do hospital em que estava internado com covid-19.

"Meu pai melhorou e já está em casa depois de quase 18 dias internado. Agora é só agradecimento a Deus!", afirmou o cantor.

Lucas Lucco também ressaltou o progresso no estado de saúde de outros familiares: "Meu avô e minha avó estão melhorando a cada dia! Tenho certeza que logo vou poder abraçar eles".

Domingo, 17 de janeiro
The Voice + dá voz a candidatos a partir de 60 anos

Sob o lema de 'sonhos não envelhecem', o The Voice+ estreia neste domingo, 17, na Globo, depois de Temperatura Máxima, dando literalmente voz a candidatos a partir de 60 anos. É a primeira temporada desse formato voltado para participantes sênior - que faz parte da 'família' do reality musical, juntamente com The Voice Brasil, voltado para pessoas a partir de 16 anos, e The Voice Kids, para crianças de 9 a 14 anos, que são exibidos desde 2012 e 2016, respectivamente.

Assim como acontece no The Voice Kids, a apresentação será da dupla André Marques e Thalita Rebouças. No time de técnicos, também há integrantes de outras edições do The Voice: aos 'veteranos' do programa, Claudia Leitte, Daniel e Mumuzinho (que estreou na cadeira giratória dos técnicos em 2020, ao substituir Claudia no The Voice Kids), junta-se a 'estreante' Ludmilla.

Para Claudia Leitte, que já foi técnica do The Voice Brasil e The Voice Kids, não haverá diferenças na avaliação desses participantes mais velhos em relação aos candidatos mais jovens das outras versões do reality. "Minha avaliação envolve a música, a voz, a afinação, o sentimento que é doado em cada trecho. Eu olho o cantor ali e me deixo envolver. Emoção para mim conta demais", explica a cantora, em entrevista ao Estadão. No entanto, segundo ela, a troca entre eles e os técnicos deverá ser ainda maior. "Eles carregam consigo muita história, muito aprendizado. Sempre é uma troca, mas com eles será ainda mais. Estou de peito aberto, feliz em fazer parte desse time."

O cantor Daniel, que já passou pelo júri do The Voice Brasil, também acredita nessa troca mais intensa entre quem está no palco e na cadeira de técnico. "Vamos estar com candidatos experientes passando por aqui, né? Por esse palco do The Voice+. Então, olha só que coisa boa para todos nós, na verdade, poder tentar somar à nossa forma de cantar, trazer um pouco daquilo que a gente aprendeu até aqui, mas, ao mesmo tempo, adquirir uma experiência incrível, ainda maior, com a experiência desses candidatos que vão fazer parte de tudo isso. Esse nosso encontro de gerações será, sem dúvidas, um grande presente para todos nós", afirma ele, ao Estadão.

Parte integrante da história do The Voice, Daniel se diz animado com a nova edição do programa. "Os quatro anos de participação no The Voice Brasil foram de aprendizado, para conseguir me conhecer melhor no que sempre existiu, que é a música, a versatilidade, a diversidade. Para os talentos, acredito que a participação deles no The Voice+ será um motivo a mais para criarem forças, para viverem melhor, mais animados, mais motivados, porque a música tem esse dom de nos motivar mesmo naqueles momentos em que a gente se questiona demais. Será que eu já realizei tudo aquilo que eu poderia realizar? Agora com o The Voice+, abre-se mais uma porta para eles realizarem os sonhos e desafios que estavam guardados para muitos."

 

Novidades

Com direção artística de Creso Eduardo Macedo e direção-geral de Angélica Campos, o The Voice+ envolverá cinco etapas, começando pelas audições às cegas, já conhecidas das outras edições, em que os técnicos avaliam apenas as vozes, viram a cadeira para seus eleitos e formam seus times. Delas sairão 48 candidatos no total, sendo 12 em cada time. A Globo não divulga o número de participantes que estarão nessa primeira fase do programa, mas o que se sabe é que, para chegar aos candidatos que disputarão as audições às cegas, a equipe do reality realizou uma seleção, exclusivamente virtual, com centenas de pessoas.

Os passos seguintes às audições às cegas serão: Tira-teima, em que, diante de apresentações individuais, os técnicos escolhem oito vozes de seu time para seguir no reality; e Top dos Tops, em que os técnicos selecionam quatro candidatos de seu time, entre os oito, que vão para a próxima fase. Na semifinal, que tem início com 16 candidatos, os quatro participantes de cada time se apresentam, e os técnicos apontam as duas vozes de seus respectivos times que vão para a última etapa do programa.

A final está prevista para ir ao ar ao vivo. Nessa etapa decisiva, os finalistas se apresentam, e o vencedor será escolhido pelo público. O prêmio será de R$ 250 mil e um contrato com a gravadora Universal Music. Quem acompanha as outras edições do The Voice perceberá que não haverá, no programa, as batalhas, quando os candidatos cantam juntos.

"Pessoas com mais de 60 anos são tão cheias de jovialidade, energia, estão construindo novos momentos, levando a sua voz, a sua experiência musical, e podem ter a chance de entrar no coração das pessoas através disso tudo", diz Daniel. "Estar aqui como técnico é uma forma de renovar tudo isso, uma forma de reativar esse sentimento. Cada experiência é única, mas a realização de sonhos é a mesma, independentemente da idade."

Para Claudia Leitte, a expectativa também é alta. "Tenho certeza que, assim como no The Voice Brasil e no The Voice Kids, teremos uma troca de energia, aprendizado e amor."

Domingo, 17 de janeiro
Pyong Lee detalha convite, cachê e pré-confinamento do 'BBB 20'

Pyong Lee falou sobre a sua participação no BBB 20 e deu detalhes sobre o pré-confinamento, seu processo de seleção e o cachê que os participantes recebem em entrevista ao Flow Podcast neste sábado, 16.

"Me sondaram no meio do ano de 2019. Falaram assim: 'comentaram seu nome'. Eu falei: 'Tá, mas e aí, é um convite?' 'Estamos sondando. Você tem interesse?' Eu falei: 'Cara, não sei'. Disseram: 'A gente ainda tem que esperar para oficializar, fazer uma entrevista pessoalmente'", relembrou.

A decisão final foi feita cerca de dois meses antes do início do BBB: "Só vou comentar com alguém quando vocês me derem certeza, porque não adianta eu estressar geral ou falar com minha esposa e depois falar: 'ah, não era'. O convite oficial, decisão total, foi em 4 de novembro de 2019. Isso para em janeiro começar o programa".

Pyong Lee também comentou sobre o dinheiro recebido pela participação no programa: "Tem um cachê mensal que eu nem lembro. É um [valor] simbólico para pagar as contas. Não é tão alto, não. É mais uma coisa para pagar as contas enquanto você não está."

Questionado se, após a eliminação, haveria um tempo "sem poder falar com outras mídias", Pyong Lee respondeu: "Até o final do programa, o período do dia da grande final. Não lembro bem se era isso, mas tive que ficar até 30 de abril, que encerrava o contrato. A final [do BBB 20] foi no dia 23".

O youtuber também deu mais detalhes sobre o pré-confinamento na sua edição: "Corta as percepções. Eu ficava olhando para a janela, abria os olhos, e não sabia que horas eram. Sete da manhã ou meio-dia?"

"No hotel, eles tiram televisão, tiram telefone e tiram relógio. É um pré-treinamento. Já ouvi de gente que foi escolhido para participar e desistiu no hotel. Os convidados ficaram quatro dias, e os inscritos ficaram oito dias", continuou Pyong Lee.

O ex-BBB ainda comentou da suspensão do direito de levar um livro para a casa em sua edição: "Todo mundo podia levar um livro, então a galera ficava revezando. Dava tempo de se entreter com alguma coisa. Proibiram de última hora. A gente levou três opções de livros para o hotel. Falaram assim: 'escolhe só um'. E depois falaram: 'não vai mais poder livro.'"

"A primeira vez que passei na vida uma distorção temporal real foi lá. Na primeira semana todo mundo achava que estava há um mês preso. Aqui fora vocês ficam vivendo, e tal, assistindo... Lá dentro não tem nada o que fazer, um entretenimento, um baralho...", comentou.

Pyong Lee foi um dos participantes marcantes da 20ª edição do Big Brother Brasil. Dentro da casa, viu o rosto de seu filho, nascido durante o período de confinamento, pela primeira vez. Sua ausência no momento de paternidade gerou críticas de outros participantes.

Ele chegou a hipnotizar colegas de confinamento e acabou sendo o 8º eliminado do BBB 20. Durante uma festa, tentou beijar Marcela e apalplar Flayslane, o que rendeu uma apuração da Polícia Civil do Rio de Janeiro por suposto assédio.

O BBB 21 estreia no próximo dia 25 de janeiro, uma segunda-feira, com a responsabilidade de manter os bons índices de audiência e repercussão conquistados na edição anterior.

Sábado, 16 de janeiro
Polícia apreende réplica de fuzil na casa de Nego do Borel

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro apreendeu um simulacro de fuzil na casa do cantor Nego do Borel nesta sexta-feira, 15. A arma para a prática de paintball foi encaminhada para exame pericial.

"A polícia acabou de sair da minha casa. Vieram aqui e eu autorizei a entrarem na minha casa, não tem nada de errado. Eles viram. Levaram uma arma de airsoft que eu tinha, que ela [Duda Reis] fala que eu 'tinha uma arma em casa'.", afirmou o cantor em seu Instagram.

"Nós estamos dentro da nossa legalidade, eu e toda minha equipe. A gente está correndo atrás do nosso direito na forma legal para provar para vocês a minha inocência de tudo que está acontecendo", prosseguiu.

A Polícia Civil foi ao local após "notícia veiculada nos meios de mídia" indicando que Nego do Borel "possuiria em sua residência um fuzil". Os policiais realizaram diligências a fim de apurar a denúncia, apreenderam o simulacro de fuzil e encaminharam para exame pericial.

Recentemente, Nego do Borel foi alvo de acusações de traição (assumida por ele), agressão, e relacionamento abusivo por parte de sua ex-noiva, Duda Reis. O cantor nega as acusações mais graves: "Sim, eu traí e assumo. Eu nunca agredi ela. Nunca pratiquei qualquer tipo de violência contra ela".

Em stories recentes, Duda Reis afirmou: "Eu era manipulada, tinha medo, ele me ameaçava, dizia que ia mandar matar a minha família. Eu era dependente emocional dele, era um amor confuso. Eu apanhava e depois recebia amor, então eu tinha medo".

Na última quinta-feira, 14, a atriz revelou que foi à Delegacia de Defesa da Mulher e confirmou que sua advogada será a ex-BBB Gizelly Bicalho, advogada criminalista que tinha oferecido publicamente seus serviços à atriz após ela ter revelado que sofreu ameaças e agressões físicas durante seu relacionamento com Nego do Borel.

Após as acusações, o cantor perdeu parcerias com algumas marcas (leia mais aqui). Nego do Borel chegou a se pronunciar na última quarta, 13, confirmando que "sim, houve traição, que foi um erro do qual não me orgulho" e alegou que "têm saído muitas mentiras a meu respeito' e que "tem seu lado da história".

Confira abaixo a íntegra da nota da polícia civil divulgada sobre a apreensão da arma de paintball nesta sexta-feira, 15:

"Polícia Civil encontra simulacro de fuzil na casa de Nego do Borel

Após notícia veiculada nos meios de mídia de que Leno Maycon Viana Gomes, vulgo "Nego do Borel", possuiria em sua residência um fuzil, policiais civis da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), coordenados pelo delegado Alan Luxardo, realizaram diligências imediatas a fim de apurar a denúncia.

Ao realizarem busca na respectiva casa verificou-se que a mencionada arma era um simulacro voltado à prática de paintball. Foi realizada a apreensão do objeto e o respectivo encaminhamento para exame pericial."

Sábado, 16 de janeiro
'Estamos esgrimando com loucos', diz William Bonner em desabafo no 'JN'

William Bonner fez um desabafo durante a apresentação do Jornal Nacional desta quinta-feira, 14. Ao iniciar a parte do noticiário sobre o número de casos de covid-19 no Brasil, o âncora do telejornal da Globo falou sobre o papel dos jornalistas e o impacto das mentiras durante a pandemia do novo coronavírus.

"Eu queria só lembrar que se nós fazemos isso todos os dias é porque nós estamos cumprindo um dever profissional, nós aqui e todos os jornalistas do planeta Terra. Nesse momento, infelizmente, além de dar as notícias, de trazer as informações corretas, nós estamos esgrimando com loucos, com irresponsáveis, com gente que é capaz de entrar no WhatsApp da vida e sair espalhando mentiras a bel prazer. Mas as mentiras mais absurdas, crendices", afirmou o jornalista.

"Tem gente que faz isso investido de cargo público, tem gente que faz isso sistematicamente. Mas a gente aqui, nós jornalistas profissionais, não vamos desistir porque esse é o nosso dever profissional. A gente está defendendo aqui a nossa profissão, mas a gente está defendendo aqui a sociedade, a nossa aqui no Brasil, e cada colega nosso jornalista em cada país desse planeta", ressaltou.

Enquanto o apresentador falava outro jornalista aguardava para noticiar os números de infectados pelo novo coronavírus no País. "Então, agora eu vou pedir a você que preste muita atenção nas informações que o Alan Severiano está trazendo porque elas foram colhidas por um consórcio de veículos de imprensa, empresas independentes se juntaram para oferecer para você por diversos meios, por diversos veículos, números e informações confiáveis como essas que o Alan vai trazer agora. O Alan tem uma notícia péssima para trazer para você: a média de casos de pandemia no Brasil também bateu recorde", concluiu Bonner.

Severiano informou que o País contabilizou um total de 207.160 de pessoas mortas vítimas do novo coronavírus, segundo o consórcio de imprensa. Já a média móvel de novos diagnósticos da doença passou de 55 mil pela primeira vez.

Sexta-Feira, 15 de janeiro
Duda Reis vai à Delegacia da Mulher e terá Gizelly Bicalho como advogada
Duda Reis contratou a ex-BBB para ser sua advogada

Após revelar que sofreu um relacionamento abusivo com Nego do Borel, Duda Reis compartilhou nesta quinta-feira, 14, que foi à Delegacia de Defesa da Mulher e confirmou que sua advogada será a ex-BBB Gizelly Bicalho.

"É um misto de sentimentos que estou sentindo, mas, em primeira mão, eu queria agradecer muito as minhas advogadas e por todo acolhimento que recebi na Delegacia da Mulher", disse a atriz, mencionando Gizelly e a advogada Izabella Borges, em stories.

A ex-participante do Big Brother Brasil 2020 é advogada criminalista e tinha oferecido publicamente seus serviços a Duda Reis no Instagram, nesta quarta-feira, 13, após a atriz revelar que sofreu ameaças e agressões físicas durante seu relacionamento com Nego do Borel.

"Mandei DM para Duda Reis hoje cedo, mas ela não viu. Podem me ajudar a falar com ela? Se ele tem advogada, você também tem porque eu estou à disposição para advogar para você", escreveu Gizelly na rede social.

Em stories nesta terça-feira, 14, Duda Reis revelou que sofria um relacionamento abusivo com o funkeiro. "Eu era manipulada, tinha medo, ele me ameaçava, dizia que ia mandar matar a minha família. Eu era dependente emocional dele, era um amor confuso. Eu apanhava e depois recebia amor, então eu tinha medo".

Sexta-Feira, 15 de janeiro
Anitta 'Ainda não foi notificada pela Justiça' sobre processo de fã
A cantora Anitta

Após a notícia de que uma fã de Anitta, estaria processando a cantora por conta de sua aparição na série Anitta: Made in Honório, da Netflix, os advogados da artista divulgaram um comunicado falando sobre a situação na tarde desta quinta-feira, 14.

Por meio de nota publicada no Instagram, a defesa de Anitta informou que "a cantora ainda não foi notificada pela Justiça sobre o caso" e reforçou "que a ideia da série documental é mostrar a realidade da vida de Anitta, sem manipular a veracidade dos fatos e com a expressa autorização de todos os envolvidos".

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, no processo, Maria Ilza de Azevedo, a fã, alega que estava internada em um hospital com covid-19 quando soube que apareceu na série documental, ao receber ligações de conhecidos que teriam zombado de sua aparição.

Os advogados teriam alegado que o momento causou impacto psicológico na fã, que a série sugeriria que ela teria burlado a segurança para entrar na casa de Anitta e que Ilza não teria autorizado o uso de sua imagem para a produção de Anitta: Made in Honório.

Ainda segundo a reportagem, o processo teria sido ajuizado em 18 de dezembro. No dia seguinte, o magistrado teria negado o pedido de retirada do documentário do ar. No dia 24, Ilza teria desistido da ação, que, apesar disso, ainda não foi extinta.

Entenda a polêmica envolvendo a fã de Anitta

As cenas vão ao ar no 5º episódio de Anitta: Made in Honório, chamado Bastidores. Durante um estresse causado por problemas com suas roupas para um show, a cantora reconhece a fã em seu sofá: "Tia Ilza? O que a Tia Ilza tá fazendo aqui dentro, gente?"

"Deus te abençoe, nunca desanime de nada, porque Deus está contigo", diz a senhora, enquanto entrega uma blusa vermelha de presente para Anitta. "Quando você quiser alguma coisa, liga para mim, tenho facebook também", completa a mulher.

Em seguida, é exibida uma cena de Anitta em seu quarto, já longe da fã: "É isso. O tipo de coisa que acontece na minha vida. É isso aí. As coisas que acontecem na minha casa. De repente eu olho e tem uma fã sentada no sofá. Quem chamou? Por que?"

Miriam Macedo, mãe da cantora, explica: "Quando ela [fã] estava na portaria, falou que era uma roupa que ia entregar, que até faz umas coisas de crochê, parece. Ela falou isso e pensaram: 'ah, deve ser uma roupa pro show' e liberaram."

"Tudo bem que era uma pessoa tranquila, uma fã que ela já conhecia dos shows. O problema é que foi uma surpresa mesmo, uma invasão. Aí ela [Anitta] se sentiu um pouco abalada com isso", concluiu.

Na cena seguinte, Anitta aparece irritada e ironiza: "Isso tudo é um teste!? É isso. Para você que é meu fã, já sabe, né? Entrou aqui no condomínio, vem aqui na porta de casa, minha mãe bota você pra dentro e fica aqui com a gente. Toma café, acorda, dorme..."

'Vou ser cancelada', disse Anitta sobre episódio com fã

Na coletiva de imprensa de Anitta: Made in Honório, a cantora já havia citado o episódio como um momento polêmico da série, ocorrido no dia em que estava enfrentando problemas com seu vestuário, sem roupas para um show no Rock In Rio. "Esse eu acho que vou ser cancelada", disse, na ocasião.

"Eu acordo e ainda estamos decidindo ver os looks, o que vamos fazer. Eu desço de manhã e, de repente, olho para uma pessoa, uma mulher de idade, senhora, sentada no meu sofá, e reconheço essa senhora. É uma fã do início da minha carreira".

"E eu pergunto: o que você tá fazendo aqui? Eu trato ela com carinho, claro, né, é uma senhora. Mas, segundos depois, eu subo com ódio no coração e pergunto para todo mundo que ca***lhos que uma fã está fazendo dentro da minha casa no dia do Rock In Rio", conta.

Em seguida, Anitta continua: "Ela é fofinha, vem com presente, sei o nome dela, sei da onde ela é. Aí eu dou um surto com toda equipe e pergunto. 'Não estou acreditando!' Ela estava com uma blusa com uma foto de nós duas escrito 'poderosa' e falei como que temos a equipe inteira dentro da minha casa e ninguém foi capaz de olhar para uma senhora".

"É uma hora que gerou uma confusão. A galera falou: 'os fãs vão te odiar', não sei o que. Falei: 'Gente, não! Se os fãs me odiarem e e ficar 'tadinha da dona fulana', eu falo assim: tadinha de mim!' Tô aqui na minha casa, único lugar que tenho para ter a paz do senhor jesus, de pijama, no dia do show, sem roupa para o show e olho e tem uma fã dentro de casa", prossegue

Por fim, a cantora concluiu na coletiva: "Eu fico louca. Aí minha mãe explica como que a moça foi parar dentro de casa. Minha mãe achou que era costureira. Uma loucura."

Sexta-Feira, 15 de janeiro
Nego do Borel perde parcerias após ser acusado de agressão por Duda Reis
Nego do Borel tem usado as redes sociais para se defender

Nego do Borel tem perdido parcerias de marcas após a confirmação de ter traído sua ex-noiva Duda Reis, que também alegou ter sofrido um relacionamento abusivo e ter sido agredida pelo cantor.

A marca de roupas Nifty anunciou na noite desta quarta-feira, 13, que estava encerrando a parceria com o funkeiro e demonstrou apoio a sua ex-noiva, por adotarem uma postura "antifeminicídio".

Em stories no Instagram, a empresa anunciou que apagaria todas as postagens com o artista e mostrou o processo de exclusão das fotos. "Não basta ser contra o feminicídio. É preciso ser antifeminicídio. Repudiamos completamente toda forma de abusos, traições e feminicídio. Deixamos aqui nosso total apoio a Duda Reis".

No mesmo dia, a marca de celulares Príncipe dos Iphones também compartilhou a suspensão da parceria com Nego do Borel e, em stories, publicou o processo de exclusão de publicações que vinculavam a marca ao cantor.

"Deixamos bem claro que não concordamos com as atitudes do mesmo E todas as fotos e parcerias com ele estaremos apagando e pedimos o mesmo, que não vinculem seu nome a nossa marca. Salientamos também todo nosso apoio a Duda Reis", publicaram nos stories do Instagram.

O posicionamento dessas marcas ocorreu depois de a ex-noiva do funkeiro revelar que foi agredida e sofria ameaças do cantor durante seu relacionamento.

"Eu era manipulada, tinha medo, ele me ameaçava, dizia que ia mandar matar a minha família. Eu era dependente emocional dele, era um amor confuso. Eu apanhava e depois recebia amor, então eu tinha medo", disse Duda em stories nesta quarta-feira, 13.

Quinta-Feira, 14 de janeiro
Cantora Anahí afirma que pegou covid-19 ao participar de 'live' do RBD
A cantora Anahí ficou doente após 'live'
Anahí garante que ficou praticamente um ano sem sair de casa, desde o início da pandemia do novo coronavírus, e que na única vez em que teve contato com o "mundo exterior" contraiu a covid-19. "Eu me contaminei no show de tributo ao RBD. Depois de não sair de casa por quase um ano, na única vez em que saí me contagiei. Uma pessoa muito próxima chegou contaminada e transmitiu a mim (e só a mim)", declarou.

A "live" do RBD foi no último dia 26, com transmissão pela internet. A artista também disse que o marido contraiu o coronavírus dela. "Eu fui completamente assintomática, mas infelizmente contaminei meu marido. Ele se sentiu muito mal e tivemos dias e noites de muita angústia e medo", afirmou. A cantora é casada com o senador Manuel Velasco Coelho, que teve um caso mais grave de covid-19, mas já está recuperado.

Anahí pediu para que os fãs se cuidassem diante da pandemia do novo vírus. "Foram feitos muitos testes e protocolos e a que mais insistiu que as coisas fossem assim fui eu. Enfrentamos um vírus terrível e desconhecido".
Quinta-Feira, 14 de janeiro
Demi Lovato lança documentário sobre overdose no YouTube
Demi Lovato lançará seu documentário dia 23 de março
Demi Lovato decidiu contar todos os dramas que viveu no tempo em que era usuária de drogas no documentário "Dancing with the Devil". A trama terá transmissão pelo YouTube, em março. "Há muito que eu queria dizer, mas sabia que tinha que dizer certo. 'Demi Lovato: Dancing with the Devil' será transmitido gratuitamente no YouTube, a partir de 23 de março", escreveu a artista na legenda da foto que publicou no Instagram.

No final de julho de 2018, Demi sofreu uma overdose e ficou internada por 10 dias num hospital. De acordo com o site TMZ, à época, a causa da overdose teria sido o uso de oxicodona com outro opiácio, fentanil, a mesma droga que matou Prince e Lil Peep. Ainda segundo a publicação, a cantora não sabia da mistura ao receber o pacote de seu traficante.

Após receber alta do hospital, já no começo de agosto daquele ano, Demi Lovato se internou em uma clínica de reabilitação. A cantora já tinha histórico com uso de drogas antes da internação

No Instagram nesta quarta-feira, 13, ela agradeceu o apoio que sempre recebeu dos entes queridos. "Obrigado à minha família, amigos e fãs por permanecerem ao meu lado ao longo dos anos enquanto eu aprendo e cresço. Estou muito animada para finalmente compartilhar com vocês esta história que guardei nos últimos dois anos", concluiu.
Quarta-Feira, 13 de janeiro
Nego do Borel confirma traição e comenta acusações de Duda Reis

Nego do Borel se pronunciou sobre as acusações de traição e de relacionamento abusivo em relação à sua a ex-namorada, Duda Reis, em stories publicados no seu Instagram na tarde desta quarta-feira, 13.

"Estou vivendo, com certeza, um dos piores dias da minha vida. Tenho sido bombardeado de coisas e precisei de um tempo para ler e absorver tudo antes de vir me pronunciar em respeito ao meu público", afirmou o cantor, que também falou sobre a informação de que teria traído Duda com a influenciadora Lisa Barcelos.

"Sim, houve traição, que foi um erro do qual não me orgulho. Me arrependo muito e não trouxe em público antes para não expor terceiros. Mas, além disso, têm saído muitas mentiras a meu respeito. Coisas que têm me deixado triste, mas não vou ficar aqui discutindo e, sim, provar a minha inocência", disse.

Em seguida, Nego do Borel continuou: "Quanto ao posicionamento da minha ex, é, de fato, algo que me surpreende. Tenho também o meu lado da história e também vi e descobri muitas coisas, que, ao contrário do que vem sendo feito por aí, não gostaria de expor para não comprometer a integridade dela como mulher".

"Por questão de princípios, é algo que não faria com ela, assim como não faria com nenhuma outra mulher. A não ser que seja extremamente necessário. Em breve me pronunciarei e contarei toda a verdade", concluiu.

Recentemente, Duda Reis publicou uma série de stories falando sobre o seu namoro com Nego do Borel. Os dois eram noivos até o mês de dezembro de 2020, quando o relacionamento chegou ao fim.

Em um deles, compartilhou mensagens de uma conhecida que teria encontrado o artista bêbado em uma festa tendo relações com outra mulher.

"Eu vou expor porque sei que é verdade. Essa menina é uma conhecida minha, temos várias amigas em comum e ela veio me contar hoje o que aconteceu. Nesse dia, fui passada a perna (pra variar) e o bonitão [Nego do Borel] nas festinhas, comprometido e com várias mulheres", afirmou Duda Reis.

"Passei muita coisa que vou poder testemunhar e usar de incentivo para vocês. Verbais, chantagens emocionais, sentia medo mesmo, medo pela minha vida e decidi botar a boca no trombone (...) Eles não mudam e nunca vão mudar, só mudam de presa".

"Quem passa pano pra abusador é conivente, sim. Sinto muito, espero que não mexam comigo porque vou ter que dar um depoimento imenso do que eu passei em três anos e não conseguia sair de jeito nenhum por ter muito abuso. Sem contar os xingamentos, traições, desrespeito, etc.", continuou.

Duda Reis se pronunciou sobre a relação com Nego do Borel após o vazamento de um áudio em que Lisa Barcelos conta detalhes de momentos íntimos que viveu com o cantor enquanto ele estava comprometido. Com a repercussão, a influenciadora confirmou a traição.

"O áudio é verdadeiro e não foi uma 'trollagem'. Mas nem tudo o que foi relatado aconteceu e foi apenas uma vez. Apesar de o áudio ter sido divulgado de forma ilegal, como pessoa pública, assumo minhas responsabilidades. Agora que essa história voltou à tona e ele está solteiro, posso falar abertamente sobre isso", disse Lisa ao colunista Leo Dias.

A influenciadora ainda garante que está arrependida, já que era amiga de Duda Reis: "Eu me arrependo do que aconteceu. Agi no impulso. Mas não errei sozinha. Só que a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco".

Quarta-Feira, 13 de janeiro
Documentário detalha importância de Pierre Cardin para mundo da moda
Pierre Cardin morreu no dia 29 de dezembro de 2020

Reza a lenda que, em determinado momento, durante as décadas de 1970 e 80, a grande maioria dos chineses não tinha ideia do nome do presidente da França. Mas sabiam muito bem quem era Pierre Cardin.

Primeiro estilista francês - apesar de naturalizado, e de origem italiana - a se preocupar com a democratização do vestuário, a renovar o empoeirado guarda-roupa masculino e a apostar em diversidade racial nas passarelas, Cardin foi também pioneiro ao fundar um império multinacional fundamentado, essencialmente, na promoção de sua assinatura. Isso, muitas décadas antes de alguém sequer ter mencionado o termo globalização.

De fato, não faltam credenciais para posicionar Pierre Cardin, morto no mês passado aos 98 anos, no Olimpo da moda internacional. Faltava, talvez, um grande filme. Tarefa a qual se entregaram, com afinco, e em plena pandemia, os diretores norte-americanos David Ebersole e Todd Hughes - duo responsável por Room 237, Mansfield 66/67 e Love Cher -, munidos de assumida admiração, muito entusiasmo e, o mais importante, acesso exclusivo aos arquivos do estilista.

O resultado, condensado no documentário O Império de Pierre Cardin (House of Cardin), produção franco-americana Imovision, tem estreia prevista para esta quinta, 14, em São Paulo e outras capitais.

Pode não ser a obra definitiva sobre a vida do estilista. Pode ser generosa demais com as intenções do homem Cardin e relevar muitas de suas contradições. Mas, construída com base em vasta documentação e depoimentos de personagens que direta, ou indiretamente, fizeram parte do universo do estilista - dos ex-pupilos Jean Paul Gaultier e Philippe Starck, a estrelas internacionais como Naomi Campbell, Sharon Stone e Dionne Warwick -, pode proporcionar boas surpresas para quem pretende adentrar o vasto universo do estilista.

Conforme comprova esta entrevista, concedida por telefone ao Estadão, pela dupla de diretores, direto de Palm Beach, na Califórnia.

Como surgiu a ideia de um documentário sobre Pierre Cardin?

Ebersole: Bem, costumo dizer que esse filme nasceu do amor que sempre tivemos pelas criações de Cardin. Somos colecionadores de seus móveis e objetos. Apreciamos, sobretudo, seus trabalhos da chamada Era Espacial, da época em que o homem tinha acabado de chegar à Lua. Claro que conhecíamos suas roupas, mas devo dizer que foi sua produção como designer que nos incentivou a mergulhar em seu universo criativo. A primeira vez que o vimos foi durante uma visita ao Museu Pierre Cardin, em Paris, mas foi apenas um encontro. Um ano depois, o reencontramos novamente em Paris - ele já sabia que éramos documentaristas, mas, apesar de sempre ter dito não a filmes biográficos, ele acabou se interessando pela ideia e deu o OK. Devo admitir que, só quando começamos a trabalhar, tivemos a exata noção da incrível história que tínhamos para contar e da sua importância para a moda.

O filme revela aspectos da produção de Cardin menos conhecidos do grande público, como sua atuação como designer e a colaboração com o designer Philippe Starck, por exemplo. Como veem a contribuição dele para a área?

Ebersole: Penso que o mais interessante da visão de Cardin é que ele pode ser visto por inteiro. Como uma espécie de experiência estética, que vai da roupa à arquitetura, do carro aos óculos. A partir dele, a questão se deslocou do gosto ou não disso. Não era mais o eu gosto ou não gosto de uma roupa de Dior. Representou um passo além. Passou a ser quero viver no estilo Cardin. E, nesse sentido, ele foi mais uma vez pioneiro. Introduziu a noção de estilo de vida, tal qual a concebemos hoje.

Logo no início do filme, Rodrigo Basilicati (sobrinho-neto do estilista e diretor artístico do Espaço Pierre Cardin, em Paris) diz que o futuro previsto por ele ainda não chegou. Está por vir. Concordam com essa ideia?

Hughes: Sim, faz todo sentido. Muito antes de todos, Cardin previu um mundo muito próximo do que vivemos hoje, se pensarmos, por exemplo, na globalização. Por outro lado, previu um mundo mais harmônico, de maior respeito por todas as pessoas e por todas culturas. Independentemente de suas origens e preferências. O que, convenhamos, ainda está por vir. Aliás, espero que chegue logo (risos).

Ebersole: Concordo. E é interessante observar isso, principalmente diante da realidade distópica que vivemos hoje. Cardin era um utopista, OK. Mas muitas de suas ideias se transformaram em questões essenciais para nós. O desejo de democratizar as oportunidades, de cada um poder expressar livremente o que pensa, de incluir todas as nações do mundo ou, ao menos, de prestar atenção a cada uma delas, são hoje demandas globais. De certa forma, penso que apenas agora começamos a vivenciar isso.

Voltando ao documentário, ao contrário de outras produções do gênero, nas quais a vida privada de estilistas como Yves Saint Laurent, por exemplo, é apresentada lado a lado a suas carreiras isso não acontece em O Império de Pierre Cardin. Estou certo?

Ebersole: Acredito que sim. Principalmente se observarmos o homem Cardin, para quem o trabalho sempre ocupou a posição de primeiro amor (risos). Mas é claro, a vida privada dele existia e era vivida da forma que procuramos apresentar no documentário: de maneira tranquila e feliz. Mas, ao contrário de Saint Laurent por exemplo, que ligava sua vida à sua imagem e, até mesmo, à de sua marca, para Cardin não fazia sentido se colocar à frente de seu trabalho. O que não quer dizer, naturalmente, que ele não tenha vivido com Andre Oliver, por exemplo, um tipo de vida e colaboração bastante semelhante à que tiveram Saint Laurent e Pierre Bergé. Era como ele sentia e, por isso, não fazia sentido apresentá-lo de outra forma.

Realizar este documentário os inspirou a realizar outros tendo como foco o mundo da moda?

Hughes: Foi um trabalho inspirador. Estamos inclusive pensando em fazer outro documentário. Desta vez, sobre um amigo, Michael Schmidt. Ele é fashion designer e trabalhou com todas as pessoas que você pode imaginar: Deborah Harry, Grace Jones, Cher.

Ebersole: Diria que nosso interesse não é pela moda, mas por criadores pioneiros. Não só na moda, mas em toda e qualquer área. Acabamos de concluir um documentário sobre Trini Lopez, cantor dos anos 1960, que faleceu recentemente. Está em fase de pós-produção.

E, finalmente, Cardin viu o filme? Quais suas impressões?

Hughes: A primeira vez que ele viu, em sua totalidade, foi durante o Festival de Veneza, em setembro passado. Quando acabou ele foi aplaudido de pé, levantou-se e disse que o filme fazia pensar, era artístico e totalmente verdadeiro. Gostamos de tudo o que ele falou. Claro. Mas foi o "totalmente verdadeiro" que nos fez especialmente felizes.

Terca-Feira, 12 de janeiro
Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão anunciam fim de casamento
Marina Ruy Barbosa anunciou o término de seu casamento com o empresário Alexandre Negrão. A confirmação do fim do relacionamento foi feita em um comunicado divulgado por sua assessoria nesta terça-feira, 12.

Segundo a nota, "o trabalho e a distância física foram fatores decisivos" e "os dois estavam vivendo realidades muitos distintas e vinham há meses tentando achar uma solução".

Os dois terminaram com o casamento após uma conversa. "A decisão ainda é muito recente e, por eles, nada disso seria divulgado neste momento. Mas em respeito ao público e à imprensa, resolveram anunciar que estão separados".

Neste trecho, o comunicado parece fazer referência à divulgação do término por parte do colunista Leo Dias, que mais cedo publicou uma nota intitulada "Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão se separarm após três anos de união", gerando repercussão ao fato.

"Ainda é cedo para saber o que acontecerá no futuro. Por agora, os dois seguem na tentativa de se reorganizarem intimamente e, apesar de todo o amor, iniciarem separadamente um novo capítulo em suas vidas", encerra o comunicado.

Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão se casaram em cerimônia íntima, para a família dos noivos, em setembro de 2017, na cidade de Campinas. O divórcio ocorre após quase três anos e meio de casamento.

Confira abaixo a íntegra do comunicado divulgado pelo casal:

"Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão não estão mais juntos.

O trabalho e a distância física foram fatores decisivos para chegarem a essa situação.

Os dois estavam vivendo realidades muito distintas e vinham há meses tentando achar uma solução para resolver essa questão.

A decisão ainda é muito recente e, por eles, nada disso seria divulgado neste momento. Mas em respeito ao público e à imprensa - que sempre acompanhou a vida do casal com carinho e apoio -, resolveram anunciar que estão separados.

O casal tentava achar uma forma para reverter o que estava enfrentando mas Xande e Marina tiveram uma conversa e definiram que trilhariam caminhos separados, que isso seria o melhor para os dois por enquanto.

Ainda é cedo para saber o que acontecerá no futuro. Por agora, os dois seguem na tentativa de se reorganizarem intimamente e, apesar de todo o amor, iniciarem separadamente um novo capítulo em suas vidas. Contamos com o carinho e respeito de todos."
Terca-Feira, 12 de janeiro
Henri Castelli passa por cirurgia na mandíbula após confusão em Alagoas
Henri Castelli

Henri Castelli fez uma série de stories no Instagram nesta segunda-feira, 11, para explicar o motivo da cirurgia na mandíbula que fez no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O ator estava em Alagoas no fim do ano e, após uma confusão, deu entrada na Santa Casa. Inicialmente, ele havia contado que sofreu um acidente na academia.

Agora, Henri Castelli veio à público para esclarecer os fatos. "Estou melhor e pronto para expor a verdade. A verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Fui agredido covardemente sem que eu pudesse reagir ou me defender. Estava com alguns amigos e, do nada, fui agarrado pelas costas, jogado e agredido, vítima de socos e chutes no rosto que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula", afirmou.

Ele também colocou na rede social fotos da tomografia para os internautas conferirem e contou como se sentiu após o ocorrido. "A impressão que eu tinha é que a minha boca estava pendurada naquele momento (chora). Liguei para a minha dentista que me orientou a buscar um hospital imediatamente".

Henri Castelli disse também que as imagens serão juntadas no processo contra os envolvidos. O ator ressaltou que, por orientação médica, teve "a boca amarrada com um fio de aço" para que viajasse a São Paulo para fazer a cirurgia. Mas, antes, ele declarou que não poderia cancelar os compromissos que já tinha na região e continuou trabalhando mesmo nessa situação. Também decidiu, junto com a assessora, manter a história do acidente na academia até o desfecho da situação.

"Mantivemos a história para que eu pudesse seguir com meus trabalhos. Precisei ir até Fernando de Noronha para fazer meus trabalhos lá e retornei no dia 7. Por orientação do dr. Marcelo (Marchochi, advogado), fiz um vídeo sobre o pré-operatório. Só pensava na minha família, nos meus filhos e fiquei com medo de ter sequelas para sempre. Minha boca ainda está toda torta e inchada", lamenta o ator, que chora no vídeo.

Henri Castelli também falou que a mãe só soube do ocorrido após a cirurgia no Hospital Albert Einstein. Ele enfatiza que foi orientado pelo advogado a fazer exame de corpo de delito ainda em Alagoas. Segundo o ator, alguns dos envolvidos já teriam sido chamados pela polícia. "Só agora me senti tranquilo para vir aqui contar para vocês. Eu perdoo todos aqueles que não sabem o que fazem. Só quero me recuperar", concluiu.

Terca-Feira, 12 de janeiro
Carlos Villagrán, o 'Kiko' da série 'Chaves', se candidata a governador no México
O ator Carlos Villagrán, mais conhecido como o Kiko, do seriado Chaves, entrou para o mundo da política

O ator Carlos Villagrán, mais conhecido como o Kiko, do seriado Chaves, anunciou sua tentativa de entrar no mundo da política, tornando-se pré-candidato a governador e também à prefeitura em Querétaro, no México.

No próximo dia 6 de junho de 2021, o México realiza eleições que definiram uma série de cargos de nível federal e local, variando de quantidade de acordo com cada estado. O Partido Querétaro Independiente, ao qual Villagrán se filiou, deve decidir os candidatos finais até o próximo dia 8 de fevereiro."Depois de 50 anos fazendo as pessoas rirem, me encontro em outra plataforma, que me traz uma tremenda honra", afirmou o ator durante coletiva de imprensa, segundo edição local da Forbes.

Em entrevista ao site ADN Informativo no último dia 8 de janeiro, Connie Herrera Martínez, presidente do partido, comentou a candidatura de Kiko. "Alguns tem lhe criticado muito por ser um ator, porém o homem é um extraordinário estudioso, comprometido, e sua profissão não implica que não tenha um conhecimento sólido a respeito das necessidades", avaliou.

Recentemente, no último mês de abril, Carlos Villagrán chamou atenção por um discurso conspiracionista dado em entrevista à TV mexicana, em que chegou a alegar que "a covid-19 não existe".

Fim dos Posts

Nenhuma página para carregar

Próxima página