José Saramago

Por: José Antonio Pereira

Saramago nasceu numa aldeia do Ribatejo chamada Azinhaga, em família pobre. A vida simples o impediu de entrar na universidade, apesar do gosto pelos estudos. Para garantir o sustento, formou-se serralheiro mecânico. Fascinado pelos livros, à noite frequentava a principal biblioteca de Lisboa. As obras anteriores ao romance Levantado do chão passaram quase despercebidas. São elas: Terra do pecado (1947), Clarabóia (inédito), Os poemas possíveis (1965), Provavelmente alegria (1970), O ano de 1993 (1975) e quatro obras de não-ficção nascidas da experiência como jornalista.


As marcas características do estilo saramaguiano só apareceriam com Levantado do Chão (1980), livro no qual o autor retrata a vida de privações da população pobre do Alentejo, seguido de Memorial do Convento. Entre 1980 e 1991, aparecem O Ano da Morte de Ricardo Reis, A Jangada de Pedra, História do Cerco de Lisboa e O Evangelho Segundo Jesus Cristo, sua obra mais controvertida.Nos anos seguintes, entre 1995 e 2005, Saramago publicará mais seis romances, dando início a uma nova fase: Ensaio Sobre a Cegueira (1995), Todos os Nomes (1997), A Caverna (2001), O Homem Duplicado (2002), Ensaio Sobre a Lucidez (2004), As Intermitências da Morte (2005). Seu último romance chama-se Caim. Morreu no dia 18 de junho, aos 87 anos, em Lanzarote, ilha espanhola onde vivia autoexilado.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras