Para onde vai todo o conhecimento?

Por: Karina Gera

A biografia de um homem não é só um papel que guarda seus feitos, mas cada gesto edificado com carinho e amor, acumulado durante toda a sua jornada.

O conhecimento não vira pó, pois é propagado pelos discípulos que continuam o legado de ensinar a apreciar a beleza dos traços, das cores e formas de sua arte.

Ele se foi, mas seu nome jamais será esquecido: Chafik Felippe, um homem que fez de sua arte a sua vida.

Sua arte é eterna!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras