Carta para Sofia

Por:

Querida prima

Sofia, vi pela Internet o navio que nos levará a fazer o tal cruzeiro, a viagem tão esperada. Bonito, confortável, um luxo só, porém, mais que o luxo, mais que a imensidão do mar, chamou-me a atenção o tamanho, a imponência do navio; salões para shows, teatro, cinema, academia, refeições, e quanta coisa mais. Muitos andares e muitos elevadores num sobe e desce, levando e trazendo pessoas, parecendo sem rumo, sem saber onde parar. Sofia, quanta cortesia e elegância da tripulação no atendimento àquele mundão de gente.

Agora, prima, você que já fez cruzeiro pela terceira ou quarta vez, veja se aprova a minha bagagem: três malas grandes, duas frasqueiras, uma sacola de brim, aquela que ganhei da CVC quando viajamos de avião para a Argentina, lembra? Ah, sim! Três grandes bolsas que comprei há muito tempo no shopping do Itaú.

Nas malas, trajes para todos os momentos e aquele vestido verde com flor amarela na cintura e que você sabe qual é; vou ser convidada a usá-lo na festa do capitão, claro. Na sacola de brim, sapatos altos e duas sandálias da marca Ipanema, as que usei ano passado num rancho lá em Delfinópolis. Chapéu de sol vou pedir vou pedir emprestado para a Valéria, mas difícil é um chapéu que sirva na minha cabeça. A bolsa de praia pego com a Cristina.

Outra coisa, Sofia, lembra aquele meu casaco marrom, de lã e meio antigo, mas de que você sempre gostou e até cansou de me pedir? Pois o casaco sumiu não sei como e vai me fazer falta na viagem. Dê uma espiadinha nos seus pertences e talvez possa encontrá-lo.

E o roteiro da viagem é aquele mesmo, Sofia? Parte da costa brasileira e não da Argentina, né? Se houver alguma mudança você me avisa e se precisar de algum acessório, principalmente bijuterias, pois tenho muitas que comprei na Pink Biju, você me liga, tá?

Até o dia da viagem, se Deus quiser.

Beijos da prima

Farisa

Farisa Moherdaui
Professora

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras