Mood

Por: Tânia Liporoni

Toda vez que a reunião festiva me parece exaltada e, sobretudo, muito feliz, desconfio. Pode-se dizer: “Mas reuniões festivas são assim, alegres!”. Se estão genuinamente alegres, ótimo. E, isso é uma dádiva, uma conquista, um privilégio. Cumpriu-se o objetivo. Entretanto, se o agrupamento só ficou com essas características por razões artificiais, com substâncias diversas, fico desconfiadíssima. Atualmente, há uma imposição social muito grande para se estar feliz. Ao ponto de ser preciso justificar-se em caso contrário. E, é melhor dar uma boa justificativa. Não é mais possível estar normal. Caso se esteja triste então, trata-se de depressão severa, dizem. Todo mundo quer fazer reuniões alegres. Mas, não a qualquer custo.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras