InstrospectUM

Por: Karina Gera

Sob o travesseiro macio repousei todo o peso de meus pensamentos, no silêncio contínuo da noite um labirinto percorri. Me retraí, me fechei e nem os sonhos quis dividir. Recusei a ilusão, era preciso estar acordado para observar todos os detalhes. Analisei, refleti, chorei e sorri. Como é difícil olhar para si, há muito eu já tinha colocado a minha vida em modo stand by deixando tudo que se referia à primeira pessoa para segundo plano.

Definitivamente não sou plural, sou UM, apenas sou, ser basta-me.
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras