Tessituras

Por: Eny Miranda

O novelo da vida
Desvelando longa linha
Mais tece do que destece.
Desenha espaços
Constrói caminhos
Fecha horizontes, abre cortinas
Descortina...

Equilibra a lágrima,
O silêncio, o som
O senso, a sorte
O siso, o riso...
Em fino fio de seda.
Costura assombros primeiros
Em inocências derradeiras.

Perfuma-se de flor
Lambuza-se de mel
Perde-se no limbo
Descobre-se no limo
Afoga-se na lama
Lava-se no lago
Livra-se do laço
Prende-se no espaço
De nós e entrenós
...

Bordando História
No vento e no tempo
Escorre e plasma
Plasma e escorre...
Ninho e caminho.

Trama teia transparente
Medra vida
Lavra morte
Ata, desata
Tece, destece...
Cumpre destino.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras