Epitáfio

Por: Zelita Verzola

Na pirâmide em que nos coloco, os professores, estão tarefeiros, instrutores, professores, educadores, mestres. Em sua ética postura, Maristela Conrado Diniz dizia-se instrutora de ioga. Não era. Pelo menos, não só. Esteve sempre no ápice da minha individualíssima classificação, mestra de ioga e de vida. No profícuo silêncio restaurava corpos, vivificava almas. Fica a certeza de que sua jornada prossegue. Em contínua ascensão.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras