Umas & outras

Por: Everton de Paula

1. Robert Frost (1874-1963), um dos mais importantes poetas dos Estados Unidos, tem uma ideia particular sobre os fofoqueiros: “Freud errou completamente ao considerar o sexo a motivação fundamental do comportamento humano. A paixão dominante nos homens é intrometer-se na vida alheia.”

2. Às vezes você brinca com as palavras, faz um jogo frásico e eis um conceito surpreendente. Por exemplo: ser estadista é mais difícil que ser político. A política é a arte de se dar bem com as pessoas, ao passo que ser estadista é a arte de se dar bem com os políticos.

3. Tenho lido atentamente sobre a escassez de alimento e água no mundo. O problema todo está na explosão demográfica, penso eu. E pensamento leva a outro: muitos pais referem-se à explosão gráfica como se nada tivessem a ver com o carregamento da bomba.

4. Quando criança, eu vi e apreciei muitas vezes meu pai pescando. Horas e horas imóvel, mirando a ponta da vara, sem conversar nem olhar para os lados. Isto me faz formular um conceito: este mundo seria um lugar bom se todos os homens tivessem sempre tanta paciência como têm enquanto esperam que um peixe morda a isca.

5. O velho hábito de andar é, provavelmente, o melhor preventivo contra doenças do coração. Tem, além disso, a vantagem de ser barato, seguro e fácil de aprender. Mas o que me deixa encabulado é que eu não vejo em parte alguma da cidade médicos cardiologistas caminhando...

6. Todas as piadas deveriam ser curtas... E por falar no assunto, as solenidades de formatura também.

7. Um gerente amigo me disse algo interessante. Vou tentar reproduzir a sua fala com as minhas palavras: “Professor, éramos felizes e não sabíamos. A ignorância era uma bênção. Não sabíamos que precisávamos fazer tantas coisas e de tantas técnicas para uma boa comunicação e uma boa liderança, e tudo corria bem. Hoje, eu sei o que preciso fazer, e não consigo. Sinto culpa e senso de incompetência misturado com raiva e revolta contra as pessoas e a tecnologia e também contra as teorias de liderança e comunicação. Antes, pelo menos, eu só sentia raiva das pessoas...”

8. Se você pensar bem, experiência não é aquilo que acontece a uma pessoa. Mas sim aquilo que uma pessoa faz com o que acontece com ela.

9. Austregésilo de Athayde foi presidente da Academia Brasileira de Letras durante 34 anos, de 1959 a 1993. Suas frases de efeito tornaram-se antológicas. Uma que se pode empregar especialmente nos dias de hoje é a seguinte: “Os homens que amam o trabalho são naturalmente otimistas. A vida é o próprio labor em evolução, e amar o trabalho é amar a vida.” Bravo, não?

10. Em qualquer livro sobre comportamento humano em sociedade, fala-se muito de empatia. E de todos os capítulos que li, uma frase ficou-me na memória, embora não me lembre do nome do autor: “Mesmo que esteja muito ocupado, você deve sempre arranjar tempo para fazer alguém se sentir importante.”

11. A loucura é hereditária: você pode herdá-la dos seus filhos.

12. Falando em filhos, lembrei-me desta: perguntaram a uma senhora de 102 anos se ainda tinha problemas e ela respondeu: “Não, senhor. Desde que meu filho mais novo foi internado num lar de idosos, não tenho.”

13. Ah, quase ia me esquecendo esta é do curso de Oratória, autor desconhecido: “Boas notícias: uma pesquisa feita numa universidade indica que as moças universitárias acham mais atraentes e interessantes os homens de meia-idade.

Más notícias: meia-idade, para elas, é 32 anos.”

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras