Penso, logo desisto

Por: Karina Gera

Filósofo e matemático francês, René Descartes criou uma frase  antológica: "Penso, logo existo". O escritor irlandês  Oscar  Wilde escreveu que "viver é a coisa mais rara do mundo, algumas pessoas apenas existem." Estava aqui costurando as palavras e percebi que na primeira  frase o sentido de existir é o produto de viver, pensar é vida, e na segunda  existir é passar pela vida sem usufruir de sua grandiosidade. Penso, existo, vivo? Que confusão: desisto!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras