Ao artista

Por: Ulisses Pinheiro Lampazzi

Obrigado pela vida com outros olhos.
Por dizer que um dia
não haverá mais fome, nem dor
e que as crianças serão meninas novamente,
havendo árvores, frutos e amor.
Meu irmão, lhe agradeço pela espe-rança.
Por fazer-nos iguais,
quando nossas lágrimas rolam,
para além das fronteiras e bandeiras,
levando o teu fermento.
Vá por aí, semeando tua riqueza
sobretudo aos infelizes,
são estes que precisam de poesia,
são estes que precisam de paixão.
Obrigado pela lua mais cheia,
pelo mesmo beijo,
cada dia mais forte.
Por me fazer ver a pedra no caminho
em que cego tropecei por tantos anos,
obrigado, artista.
Com flores pelas mãos
e olhos livres contra o tempo,
que a vida lhe seja rara
caminhando conosco
sob o mesmo sol
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras