Espião virtual

Por: Karina Gera

Desejar a vida que não se pode ter é uma prática masoquista.

Abra os olhos virtuais e viva o mundo real, tem muito sol aqui fora e o calor aquece a alma que nos impulsiona a sair do modo “stand by” para o modo “vivo on”. Já compartilhou um sorriso de verdade hoje?

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras