Descoberta noturna

Por: Débora Menegoti

De olhos bem fechados, mando Amor realizado.
Para quem está, pra quem pertence, pra quem me é familiar.
Só vou beijar amor de primaveras, pra quem me deu algum valor.
Pra quem me vale mais que um motivo para um choro bem soluçado.
São Amores para todo Amor, são pés de todas as cores que beijo
Pés invisíveis, pés que conheço muito bem.
São grande herança estes meus sinceros sentimentos.
Muito terno pulsa calmo corporificado. Fazem parte de mim. Sou EU da cabeça aos pés.
Você não viu, mas foi beijado.
Estampa floral por dentro no escuro.
Despertando em mim outro nível de Firmamento, Razão e Paz.
Tem sentido de obrigado.
É como doce de chita nova
GRATIDÃO.
Nome desse Dom desabrochado!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras