Alguns perfis do leitor brasileiro

Por: Everton de Paula

197881

O último 7 de janeiro, segunda-feira passada, marcou o Dia do Leitor. Deve ter passado despercebido por muita gente. Mas por dever de ofício, não só o tive em minha agenda como realizei algumas pesquisas sobre o perfil do leitor brasileiro, cujas informações são interessantes e até surpreendentes. Os dados foram recolhidos pelo Instituto Pró-Livro (mais de uma centena de itens) e trago aqui, para meus leitores, aqueles que entendo merecerem destaque. A pesquisa volta-se à 3ª edição do tema e baseia-se no ano de 2011, com algumas referências ao ano passado. Vamos aos principais:

1. Em 2011 houve uma queda de 9,1% no universo de leitores brasileiros, em relação ao de 2007 (1ª edição).

2. O percentual de interesse pela leitura por raças é o seguinte: a) branca= 41%; b) parda = 41%; c) negra= 14%; d) amarela= 2%; e) indígena= 1%. Obviamente, há de se levar em conta o contingente de indivíduos. Trata-se apenas de uma amostragem, e não comparação ou números absolutos.

3. Quanto à religião: a) católica= 64%; b) evangelista= 22%; c) agnóstico= 6%; d) ateu= 6%; e) espírita= 2%; f) adventista= 1%; g) testemunhas de Jeová= 1%; h) afro-brasileiros= 1%; i) recusa= 3%. Segue-se a mesma observação do item anterior.

4. Os que mais lêem por classe social: a) classe A= 3%; b) classe B= 29%; c) classe C= 52%; d) classes D/E= 16%.

5. Concorda com a afirmação: “Ler bastante pode fazer uma ‘pessoa vencer na vida’ e melhorar a sua situação socioeconômica: a) concorda plenamente= 64%; b) concorda em parte= 24%; c) discorda em parte= 4%; d) discorda totalmente = 3%; e) não sabe= 5%.

6. Leitor é aquele que leu, inteiramente ou em partes, pelo menos 1 livro nos últimos 3 meses. O não-leitor é aquele que não leu nenhum livro nos últimos 3 meses, mesmo que tenha lido nos últimos 12 meses.

7. Há mais leitores do sexo feminino (57%) que masculino (43%).

8. A região Sudeste é a que mais lê. Nordeste vem em 2º. Sul em 3º. Norte em 4º e Centro-Oeste em 5º.

9. Perfil da faixa etária que mais lê: entre 50 a 69 anos de idade.

10. Número de livros lidos em 2011 no Brasil: a) 4,0 livros por habitante; b) 2,1 livros inteiros; c) 2,0 livros em partes.

11. A preferência dos leitores em 2011 (numa projeção de 88,2 milhões de leitores): a) revistas: 53; b) jornais: 48; c) livros indicados pela escola: 47: d) livros em geral: 47; e) histórias em quadrinhos: 30; f) textos escolares: 24; g) textos na internet*: 23; h) textos de trabalho: 12; i) livros técnicos: 11; j) livros digitais*: 4. * Com toda certeza, estes números devem ter mudado substancialmente em 2012.

12. Os dez primeiros lazeres mais procurados: 1. Assistir televisão. 2. Escutar música ou rádio. 3. Descansar. 4. Reunir com amigos ou família. 5. Assistir vídeos/filmes em DVD. 6. Sair com amigos. 7. Ler (jornais, revistas, livros, textos na internet). 8. Navegar na internet. 9. Praticar esporte. 10. Fazer compras.

13. Gêneros que costuma ler por ordem de preferência: 1. Bíblia. 2. Livros didáticos. 3. Romance. 4. Livros religiosos. 5. Contos. 6. Literatura infantil. 7. Poesia. 8. História em quadrinhos. 9. Autoajuda. 10. Literatura juvenil. 11. Outros.

14. Autores brasileiros mais admirados, por ordem de preferência: 1. Monteiro Lobato. 2. Machado de Assis. 3. Paulo Coelho. 4. Jorge Amado. 5. Carlos Drummond de Andrade. 6. Maurício de Souza. 7. José de Alencar. 8. Vinícius de Morais. 9. Zíbia Gasparetto. 10. Augusto Cury. 11. Érico Veríssimo. 12. Cecília Meireles. 13. Chico Xavier. 14. Padre Marcelo Rossi. 15. Ziraldo. 16. Manuel Bandeira.

15. Livros mais marcantes, por ordem de preferência: 1. Bíblia. 2. A cabana. 3. Ágape. 4. O sítio do Pica-Pau Amarelo. 5. Pequeno príncipe. 6. Dom Casmurro. 7. Crepúsculo. 8. Harry Potter. 9. Violetas na janela. 10. A moreninha. 11. Capitães da areia. 12. Código Da Vinci.

16. Por que o leitor brasileiro está lendo menos do que já leu: 1. Falta de tempo. 2. Desinteresse. 3. Prefere outras atividades. 4. Não tem paciência para ler. 5. Só lê quando é exigido. 6. Tem limitações físicas. 7. Lê muito devagar. 8. Não há livrarias/bibliotecas por perto. 9. Falta concentração. 10. Livro é caro.

17. Fatores que mais influenciam na escolha de um livro: 1. Tema. 2. Título. 3. Dicas de outras pessoas ou publicidade. 4. Autor. 5. Capa. 6. Editora.

18. Quem mais influencia a ler: 1. Professor. 2. Mãe ou responsável de sexo feminino. 3. Pai ou responsável de sexo masculino. 4. Outro parente. 5. Amigo(a). 6. Líder religioso. 7. Colega ou superior no trabalho. 8. Marido/esposa, companheiro(a).

A pesquisa foi realizada em 2011 e o Instituto Pro-Livro já atualiza seus dados para 2012. Foi utilizada uma amostra de 5.012 entrevistas domiciliares, em 3l5 municípios de todos os Estados brasileiros. A margem de erro máxima é de 1,4 percentual para mais ou para menos.

Se alguém se interessar pelo assunto e quiser conhecer mais dados consulte na internet no seguinte endereço: www.prolivro.org.br/ipl/publier4.0/dados/anexos/2834—10.pdf

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras