Sempre

Por: Shirley Machado de Oliveira

Hoje coleciono
Charadas sem repostas

Mas tenho algumas certezas:
Se você nunca chegou
É porque você nunca partiu

E a música hoje que você toca
É a própria valsa da existência
Num dueto entre o ir e o vir
Entre o agudo e o grave
Entre o silêncio e o som

E a casa hoje em que você chega
Não tem apenas um corredor
É o próprio universo cheio de corredores
É o infinito de casas e mundos

E sua família não é mais só aqui
Porque a cortina se abriu
E o palco é de todos:
A grande humanidade

E a roupa?
Não importa...

E o tempo?
Não importa...

O amor?
Apenas ele permanece.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras