Passatempo de domingo

Por: Ronaldo Silva

Meia família reunida
ao redor da mesa.
Comida boa, conversa solta,
lugares-comuns, mesmices.

No jornal dominical, o resumo da semana:
política, futebol, televisão, polícia...
Os ponteiros do relógio se arrastam preguiçosamente,
sem querer anunciar o fim do dia.

De repente, toca o interfone.
Lá de fora, uma voz jocosa anuncia
a chegada das histórias do velho tio Hiltom.

O tio salva nossa tarde de domingo
com lúcidas recordações
e causos das mil e uma peripécias
dos nossos ancestrais.

Agora, sim, podem se fechar
solenemente as cortinas do espetáculo dominical.

(2012)

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras