Sapato Velho

Por: Talita Machiavelli

Queria o bom, confortável, furado, parceiro sapato velho, para aquelas duras pedras passar. É inevitável que se exijam leveza, doçura, paciência e equilíbrio para a caminhada. Mas muitas vezes sigo em burro manco e cansado.

A estrada é longa, o tempo curto. As placas não enganam: é proibido desanimar!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras