Coisa de Vó

Por: Janaina Leão

Não deixe o chinelo virado que a mãe morre. Não abra a porta da geladeira depois de tomar banho que entorta a boca. Se o anjinho falar “amém” quando você fizer careta, ficará assim para sempre. Se cair uma colher no chão tem visita de mulher. Um garfo caído da mesa tem visita de um homem, mas se cair uma faca, faça três cruzes no chão, porque é briga. Assoviar a noite o Saci aparece. Menino que bate na mãe fica com a mão pra fora do caixão. Formiga faz bem para as vistas. Fubá com mel faz bem para a pele, mas tem que esfregar bastante. Salgou a comida: está apaixonado. Reze antes de dormir. Antes andar à toa do que ficar à toa. Antes pingar do que faltar. Manga com leite faz mal. Visita indesejada, vassoura atrás da porta. Para cobreiro, quebranto e vento virado: benzedeira. Arruda para afastar invejosos e Melissa para dormir. Antes de comer pepino, tire o veneno. Mão tá coçando? É dinheiro; na mão esquerda é pra pagar, na direita é pra ganhar. Manchinha branca na unha é presente. Tem o segundo dedo do pé maior que o dedão vai mandar no marido. Para criança calada, água de goteira. Passar embaixo da escada impede o crescimento. Para machucado, passe Minâncora. Paciência. Bolinho de chuva e mingau de aveia. Chá de hortelã, leite quente e comidinha caseira. Conta poupança, paletó com sapatinhos de lã. Crochê , tricô , ponto cruz, religiosidade. Vara de marmelo para menino que xinga na Quaresma. Pão de queijo para as visitas. Talco em limpos lençóis. Coador de pano. Cheiro de alfazema, gosto de café, doce de leite. Proteção.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras