Mãe

Por: Shirley Machado de Oliveira

Minha alma te busca
E se a vida desliza a meus pés
Num bolero de chegadas e partidas
A fome se sacia em ti
E o mistério em ti se explica

Porque tudo te pertence
Porque de tudo se derrama o amor

E quando piso descalça na frieza da terra
E ando pelada de interesse e disfarce
Entendo quão simples são as coisas da vida

E aprendo contigo a inventar jantar com a sobra dos dias
E acreditar no bem que esconde a criatura

Percorro seres e cantos
Procurando teu olhar e tua prece
Como caricatura de Deus
Escondida num masculino silente
Ou exposta como leão

E nesse te achar os rastros
Num teto na chuva
Numa calma sem pressa
Num colo pra esquecer
O que encontro sou eu
E tudo o que posso ser

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras