Deus é gordo

Por: Chiachiri Filho

Diante de tanta pressão contra os obesos, acabei emagrecendo uns 10 quilinhos. É muito difícil viver num mundo em que a beleza e a saúde estão diretamente relacionadas com a gordura.A reprovação internacional à obesidade chegou ao ponto de uma companhia aérea cobrar a passagem pelo peso do viajante.

Porém, ao ler a Bíblia, cheguei à agradável conclusão que Deus é gordo, muito gordo. Para que o prezado leitor não tenha dúvidas,vou destacar algumas passagens do Livro Sagrado:

“Abel, por sua vez, ofereceu os primogênitos e a gordura do seu rebanho. Javé gostou de Abel e de sua oferta, e não gostou de Caim e da oferta dele.”

E tem mais:

“Não ofereça o sangue da minha vítima com pão fermentado, nem deixe até o dia seguinte a gordura da minha festa.”

Para completar:

“Leve os primeiros frutos de sua terra para a casa de Javé seu Deus. Pegue do carneiro a gordura, a cauda, a gordura que cobre as entranhas, a membrana gordurosa do fígado, os dois rins com a gordura que os envolve, e a coxa direita, porque é o carneiro da consagração.

Pegue também um pão, um bolo untado em azeite e uma broa da cesta dos pães sem fermento que está diante de Javé.

Coloque tudo isso nas mãos de Aarão e dos filhos dele, para que eles façam diante de Javé o gesto de apresentação.

Em seguida, pegue tudo das mãos deles e deixe queimar no altar, sobre o holocausto, como suave odor a Javé.”

Há inúmeros outros textos da Bíblia sagrada que demonstram a preferência Divina pela gordura.

Por fim, pecadores de todo mundo, não oprimam e nem repudiem a obesidade. Como viram, Deus é gordo, bem gordo e tem uma preferência toda especial pela gordura.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras