Striptease

Por: Shirley Machado de Oliveira

Um dia procurei uns óculos
(sempre gostei de ver).


Encontrei um de sol,
Em que meus olhos ficavam escondidos
E eu podia olhar para quem quisesse.


Mas, com o tempo,
A transparência veio chegando...


Usei outro, num estilo copiado,
Mais ou menos translúcido,
E enxerguei melhor.


Porém, era pesado,
Pois não combinava com minha face.


Desisti
E estava sendo radical.


Então, por fim, tomei mais um,
Fino e delicado.
A imagem ficou límpida!


Agora, estou a meditar
Sobre o que fazer com tantas verdades.

Shirley Machado de Oliveira, analista da Promotoria de Justiça de Ibiraci

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras