Amizade, essa noite clara de luar

Por: Tânia Liporoni

Mãos frias, tempos quentes. Chuva incessante. Lá fora, frio. Aqui dentro, muito calor: quente de afetos, afinidades, sorrisos, amizades. Como isso muda a temperatura! O ambiente fica aquecido. Conto de fada. Encantamento. O bom é que todos podem ter, fazer, acontecer. Não precisa cumprir requisito prévio nem ler bula. Simplesmente, deixar-se levar pelo envolvimento dessa amizade. Uma coisa que vem assim, de graça, sem pedir nada de volta, só pode ser boa. Muita entrega e a conversa flui leve e solta, sem compromissos nem medo. Mesma praia, mesma sintonia, pensamentos próximos. Muito a acrescentar em ideias e carinhos. E, a demonstração clara de querer bem. Isso é tudo.

Tânia Liporoni, advogada e autora de Parceria de Um e Pega-me. Membro da Academia Francana de Letras

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras