Tema de novela

Por: Maria Rita Liporoni Toledo

A música As curvas da estrada de Santos é tema na novela de TV Amor à vida, dos personagens Márcia e Atílio. Este assume seu lado extrovertido e sensual quando se transforma em Gentil, uma variante de sua personalidade que surgiu após um acidente. É ele o amor de Marcia que acha Atílio muito formal e reprimido. A música da década de sessenta é de autoria dos consagrados cantores e compositores Erasmo e Roberto Carlos, amados e admirados ídolos brasileiros. Sempre que a ouço ela me comove pelo sentir do jovem, acometido de uma grande desilusão amorosa, que tenta encontrar consolo na velocidade. Existe um contraste entre a força de um carro possante e seu frágil coração ferido de amor. Enquanto faz as curvas, de uma estrada conhecida como perigosa, que levam à cidade praiana de Santos, sente uma angústia existencial causada pela solidão, confirmada pelos versos: eu ando sozinho, preciso de ajuda, por favor, me acuda, eu vivo muito só. A mesma angústia vive a personagem Márcia que após ter tido muitos amores, no seu íntimo, sente-se só, isolada afetivamente. Quando ela encontra um novo amor, em uma pessoa estranha e desamparada, a solidão termina, ou seja, as curvas se acabam, como na música: Mas se o amor que eu perdi, eu novamente encontrar/As curvas se acabam, e na estrada de Santos eu não vou mais passar. Ele anseia em ter o amor perdido de volta, ela, após idas e vindas, tem um final feliz na novela, com seu amor.
 
A personagem Márcia conquistou o público que assiste à novela com sua autenticidade e transparência. Não tem medo de falar o que pensa, é humana, carinhosa, um poço de amor. Bem escolhida, a música tema emociona, a melodia nos toca profundamente, somos solidários ao casal que já não é tão jovem e nos remete aos idos tempos, quando o romantismo estava no auge e os amores eram mais sólidos.
 
Maria Rita Liporoni Toledo, professora

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras